Conecte-se Conosco

TECNOLOGIA

Por que celular com câmera de mais megapixels não significa fotos melhores

Publicado

em

Fonte: BBC/ Fotos: Reprodução

Sempre que a Apple, Samsung ou qualquer outra grande marca lança um novo telefone celular, os usuários olham para a tela, para a bateria e principalmente para a câmera.

O modelo mais recente do iPhone, o 11, carrega uma lente de 12 megapixels. Já o Samsung Galaxy Note 10 inclui uma de 16.

Por outro lado, a versão Mate 30 da Huawei possui um sistema de câmera tripla, composto por um sensor de 40 megapixels, uma grande angular ultra ampla de 16 megapixels e uma lente objetiva de oito megapixels.

Parece incrível, não? Mas o que isso significa na prática?

A verdade é que a crença de que mais megapixels nos proporcionam uma foto de qualidade superior é falsa.
Muitos consumidores são guiados pela quantidade, porque, no final das contas, cinco megapixels não soam tão bem quanto oito, mesmo que a câmera produza excelentes fotos. E, na mesma lógica, se oito é bom, 12 tem de ser ainda melhor.

Porém, de acordo com especialistas, a qualidade das imagens não funciona segundo essa lógica.

O “segredo desagradável” por trás dessa forma de classificar a câmera de um celular “é que (se basear) apenas (n)o número de megapixels é uma maneira ruim de prever o desempenho fotográfico”, diz a revista americana Scientific American.

Para entender isso, devemos ter em mente que o número de megapixels se refere à resolução da câmera. A resolução afeta o tamanho da imagem e não a qualidade.

Esses números nos dão uma ideia de quanto podemos ampliar uma imagem sem perder a nitidez. Ou seja, se você deseja imprimir sua foto em tamanho A4, não importa qual celular você escolhe.

Se sua intenção é imprimi-la em um formato grande, como um A2, então é melhor considerar o número de megapixels.

Por outro lado, a maioria das fotos tiradas com telefones celulares acaba publicada nas redes sociais, compartilhada pelo WhatsApp ou enviada para um site, que precisa de fotos leves para carregar bem.

O tamanho importa
Para Sergio Barbero Briones, pesquisador do Instituto de Óptica do Conselho Superior de Pesquisa Científica da Espanha, o que importa é o tamanho dos pixels e não a quantidade deles.

E esse tamanho é determinado pelo sensor que coleta a luz. “Sem luz, não há foto”, dizem fotógrafos experientes.

“Quanto menor o pixel, melhor”, diz Barbero.

E se não fosse pelo fato de que as leis da física têm muito a dizer sobre a aparência da sua foto final, “poderíamos alcançar uma resolução infinita”, afirma o pesquisador.

Mas isso não é possível porque sempre teremos o que é conhecido como “ponto de difração”, derivado da natureza das ondas da luz. É esse o fenômeno que coloca limitações técnicas na resolução.

“O tamanho do sensor de imagem é importante e, em geral, quanto maior o sensor, maiores seus pixels. E quanto maiores os pixels, mais luz ele pode coletar”, resume a Scientific American.

“Quanto mais luz você pode capturar, melhor a imagem”, diz ele.

Normalmente, o fabricante do telefone celular especifica o tamanho do sensor da câmera. Mas eles costumam fazer isso com uma figura intuitiva para os consumidores médios.

Te diz alguma coisa saber que o sensor do iPhone 8 é 1/3 ou que, no Samsung Galaxy S9, ele é de 1/2,6?

Na verdade, esses números são uma divisão, mas o que você precisa saber é que quanto menor o divisor (3 ou 2,6), maior e melhor é o sensor. No caso acima, o sensor da Samsung é um pouco melhor que o da Apple.

Portanto, da próxima vez que você quiser saber o quão boa é a câmera do celular, não se deixe guiar apenas pelo marketing.

Continue lendo
Clique para comentar

TECNOLOGIA

Apple marca evento surpresa em 2 de dezembro para apps e games

Publicado

em

9 to 5 Mac/ Michaei Potuck

A Apple começou nesta segunda-feira (18) a enviar convites para a imprensa a respeito de um evento que não era esperado. A empresa vai realizar uma conferência em Nova York no dia 2 de dezembro, uma segunda-feira.

Entretanto, não espere o anúncio de um novo aparelho — os últimos lançamentos do ano em hardware devem mesmo ser os AirPods Pro com cancelamento de ruído e o MacBook Pro de 16″. Segundo a imagem oficial de divulgação, trata-se de um “evento especial honrando nossos jogos e apps favoritos de 2019”.

Por essa mensagem e a imagem com a logo da App Store em dourado, as especulações giram em torno de uma premiação dos melhores serviços do ano — tipo um Oscar do macOS e iOS. A empresa costuma fazer uma curadoria com os seus jogos e utilitários favoritos, mas nunca realizou essa divulgação em uma conferência.

Por que só agora?

Como a Apple agora oferece as próprias curadorias fechadas de conteúdo (o Apple Arcade para games e o Apple TV+ para streaming em vídeo), é possível que a companhia passe a divulgar mais esse tipo de produto. A conferência ainda não está listada no site oficial da empresa e não se sabe ainda se ela terá transmissão.

Vale lembrar que os últimos anúncios da Apple foram por meio de comunicados de imprensa, com os produtos simplemente aparecendo na loja virtual. O novo Mac Pro é o único aparelho listado como “em breve”, mas não deve ser o centro das atenções no evento e deve começar a ser vendido em dezembro.

Continue lendo

TECNOLOGIA

Os 30 produtos mais populares da Amazon na última semana

Publicado

em

Fonte: Amazon/Reprodução)

O final de novembro ainda nem chegou, mas as ofertas para o esquenta da Black Friday já estão disponíveis no site da Amazon. Há uma imensa variedade de produtos com ótimos preços para atender até os mais exigentes. Faça a pesquisa de preço, compare valores, mas corra! A maioria das promoções é por tempo limitado.

Continue lendo

TECNOLOGIA

Rumor: Galaxy S11 pode abandonar tela ‘cachoeira’ e ter câmera 8K

Publicado

em

TecMundo

A semana começou com uma rodada quente de rumores a respeito do Galaxy S11, o próximo smartphone top de linha da Samsung. Duas especulações diferentes, uma a respeito do display e outra sobre a câmera, surgiram de fontes bem informadas da indústria e podem ter confirmado detalhes do aparelho.PUBLICIDADE

Para começar, o especialista em vazamentos Ice Universe afirmou em sua conta no Twitter que o design do dispositivo não vai adotar um esquema que tem se popularizado neste final de ano. “Depois de uma avaliação cuidadosa pela Samsung, a série Galaxy S11 não vai usar o visual de tela ‘cachoeira’, mas as bordas serão menos espessas que no Note 10”, afirmou.

Em outras palavras, a sul-coreana decidiu em algum momento dos testes de controle de qualidade que o estilo de bordas “vazadas” para a lateral não seria uma boa ideia e que a atual tecnologia de “display infinito” deve ser mantida nesta geração. 

A fabricante Oppo foi uma das primeiras a apresentar esse visual, com uma curvatura elegante que pode deixar de lado até mesmo os botões físicos. Como ele ainda está em fase de aprimoramento de uso e produção, é possível que a Samsung tenha optado por esperar mais alguns meses para estreá-lo em seus aparelhos. O Galaxy S11 deve ser apresentado em fevereiro de 2020.

Câmera poderosa

A segunda especulação do dia veio do site XDA Developers, que destrinchou o APK do app de câmera da Samsung presente na versão beta da One UI 2.0. Como ela já contém recursos que serão apresentados em celulares a serem lançados, esse é um bom plano para descobrir novidades de um futuro próximo.

O aplicativo revela o suporte para gravações de vídeo em resolução máxima de 8K e 30 fps — sendo que o máximo do Galaxy S10 era o 4K. O processador Exynos 990, que estará presente em uma das versões do aparelho, também suporta essa qualidade de imagem. O mesmo deve acontecer com o Snapdragon 865, da Qualcomm, que ainda será revelado em dezembro.

A Samsung ainda estaria preparando uma série de novos modos e funções de fotografia e gravação. O mais intrigante é o “Single Take Photo”, em que o dispositivo faz filmagens e cliques automáticos durante 15 segundos — para que você só tenha o trabalho de apontar o sensor para o local desejado, deixando foco e configurações por conta do software. Panoramas verticais, um modo hyperlapse noturno e foco “travado” em uma pessoa também estariam confirmados.

Continue lendo

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital