Conecte-se Conosco

ESPORTES

Roger Federer é o atleta mais bem pago do mundo, segundo revista Forbes

Tenista supera Messi e Cristiano Ronaldo, e rrise do coronavírus é responsável pelas mudanças no ranking; dentre os 100 mais bem pagos só há duas mulheres

Foto: Reprodução / Fonte: Reuters

Publicado

em

Roger Federer é o atleta mais bem pago no mundo em 2020, após a pandemia de Covid-19 afetar os ganhos e a colocação de Lionel Messi, de acordo com a lista anual da Revista Forbes divulgada na sexta-feira.

O grande tenista suíço, dono de 20 títulos masculinos recordes de Grand Slam, faturou US$ 106,3 milhões (R$ 575 milhões) nos últimos 12 meses, incluindo US$ 100 milhões (R$ 541 milhões) em patrocínio, subindo quatro posições e se tornando o primeiro jogador de seu esporte no topo da lista.

O atacante português da Juventus, da Itália, Cristiano Ronaldo (US$ 105 milhões ou R$ 568 milhões), o camisa 10 do Barcelona e da seleção argentina Lionel Messi (US$ 104 milhões ou R$ 563 milhões), e o brasileiro Neymar Jr., do PSG, (US$ 95,5 milhões ou R$ 517 milhões), além do jogador americano de basquete do Los Angeles Lakers, LeBron James (US$ 88,2 milhões ou R$ 477 milhões) completam os cinco primeiros da lista.

— A pandemia de coronavírus provocou cortes salariais para as estrelas do futebol, como Messi e Ronaldo, abrindo caminho para que um tenista se classificasse como o atleta mais bem pago no mundo pela primeira vez — disse Kurt Badenhausen, editor sênior da Forbes — Roger Federer é o garoto propaganda perfeito para as empresas, o que reúne um portfólio de marcas no valor de US$ 100 milhões (R$ 541 milhões) por ano para o tenista — completou.

A japonesa Naomi Osaka (US$ 37,4 milhões ou R$ 187 milhões), que ficou em 29º lugar na lista, superou a tenista Serena Williams (US$ 36 milhões ou R$ 194 milhões) como a atleta feminina com maior lucro do mundo.

Osaka e Williams eram as únicas mulheres na lista.

Jogadores de basquete lideraram todos os esportes, com 35 nomes dentre os 100 melhores. O futebol americano ocupou 31 vagas, nenhuma superior ao seis vezes campeão do Super Bowl, Tom Brady (US$ 45 milhões ou R$ 243 milhões), que ficou em 25º lugar.

Após o basquete, futebol foi o próximo esporte mais representado, com 14 jogadores, seguido de tênis (seis), boxe e artes conjugais (cinco), golfe (quatro), automobilismo (três) e beisebol e críquete com um cada.

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital