Conecte-se Conosco

FUTEBOL

Saiba os motivos da camisa do Remo ser azul marinho e a do Paysandu alviceleste

Foto: Reprodução / Fonte: O Liberal

Publicado

em

A camisa do Remo sempre foi destacada até mesmo em nível internacional pela imponência do azul marinho, a cor do Reino Unido. A cor e o nome do clube têm explicação simples e direta. Dois paraenses que estudavam na Inglaterra eram fãs do azulino Rowing Club (Clube do Remo em inglês) uma potência britânica nas competições de regata. Quando chegaram de volta, em 1905, estava nascendo em Belém um clube de regata, e eles fizeram a similaridade na cor (azul marinho), mas nem tanto no nome, que ficou Grupo do Remo.

Em 1911, na reorganização, o Grupo do Remo virou Clube do Remo. Estava completa a associação de identidade com o Rowing Clube da Inglaterra. E a camisa azul marinho acaba de ganhar mais uma consagração, eleita pelos internautas a mais bonita do futebol brasileiro, em enquete do Esporte Interativo.

Por que o Paysandu é alviceleste?

Fundadores do clube, em 1914, homenagearam a Marinha do Brasil por vitória na batalha de Paysandu, no Uruguai. Deram ao clube o nome da cidade e as cores da seleção uruguaia, com a ideia de que o Papão teria também a raça dos uruguaios em campo. Por muito tempo, porém, o Paysandu saiu do tom, usando o azul anil em vez do celeste.

A cidade uruguaia de Paysandu é uma das principais do país. É capital do departamento (estado) de Paysandu e tem 76 mil habitantes. Fica 368 quilômetros de Montevidéu e faz fronteira com as cidades argentinas de Colón e Concepción. Caberia alguma forma de homenagem do Paysandu paraense à cidade que lhe deu o nome e ao país que lhe deu as cores. Homens do marketing com a palavra.

BAIXINHAS

* O Paysandu Bella Vista (preto, branco e amarelo), da cidade uruguaia, conquistou acesso à 1ª divisão nacional em 2005, mas foi suspenso por dívida. Em 2003, ano do Papão na Libertadores, foi fundado o Paysandu Futbol Club (azul, vermelho e branco). Disputou a 1ª divisão uruguaia de 2005/2006, mas foi rebaixado de volta à 2ª divisão. 

* Dos países do Reino Unido, a Escócia tem o azul marinho como cor principal. A Inglaterra usa azul marinho no segundo uniforme da seleção, no padrão que foi aplicado no Clube do Remo pelos paraenses torcedores do Rowing Club de Londres.

* Clubes do Parazão divididos. Uns querem que o campeonato já recomece em agosto, mesmo sem torcida nos estádios, outros querem que fique para dezembro ou janeiro, com presença de público.Tenho informação de que a FPF prepara tabela com recomeço no dia 18 de agosto.

* CBF deixa claro que nenhuma competição está descartada do calendário. A Copa Verde continua de pé. Consultado pelo vice-presidente da FPF Paulo Romano, o secretário geral da CBF, Walter Feldman, disse que só haverá retirada de alguma competição se a pandemia se prolongar demais. Dentro das projeções atuais, teremos sim a CV.

* A coluna fez domingo a citação de grandes capitães do futebol paraense. Hoje destaca o craque Quarentinha, capitão do Paysandu por 18 anos, quando foi 12 vezes campeão estadual.

Por Carlos Ferreira

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Ideia Virtual

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/aprovincia/public_html/wp-includes/functions.php on line 4556