Conecte-se Conosco

TECNOLOGIA

WhatsApp limita envio de mensagens a um contato por vez

O aplicativo, que pertence ao Facebook, tomou a medida para conter a propagação de notícias falsas em meio à pandemia do novo coronavírus

Foto: Reprodução / Fonte: Exame

Publicado

em

O aplicativo americano WhatsApp passa a limitar, a partir desta terça-feira (7), o encaminhamento de mensagens para apenas um contato por vez. O limite passa a valer quando a mensagem for encaminhada cinco vezes ou mais, de acordo com a empresa.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, que já infectou mais de um milhão de pessoas no mundo todo, a medida visa combater a propagação de notícias falsas – também conhecidas pela expressão em inglês fake news –  no WhatsApp.

O aplicativo é o único do gênero a estabelecer um limite para o compartilhamento massivo de mensagens. A empresa informa que, por mês, tem banido 2 milhões de contas que ferem as boas práticas de uso do app ao fazer envios de mensagens em massa ou de maneira automatizada.

Em um comunicado oficial, o WhatsApp informa que tomou a medida de restringir os envios de mensagens para evitar a propagação de conteúdos falsos ou errados. “Observamos um aumento significativo na quantidade de encaminhamentos que, de acordo com nossos usuários, podem fazer com que os usuários se sintam sob pressão, além de contribuir para a disseminação de informações erradas. Acreditamos que é importante diminuir a propagação dessas mensagens para manter o WhatsApp um lugar para conversas pessoais”, informa a companhia.

O aplicativo trabalha junto a ONGs e governos, incluindo a Organização Mundial da Saúde, para ajudar a levar informações verídicas à sua plataforma de mensagens.

Não é a primeira vez que o WhatsApp toma medidas para conter a disseminação de notícias falsas no seu aplicativo. Em janeiro de 2019, poucos meses após as eleições presidenciais no Brasil – seu segundo maior mercado em número de usuários – , a companhia estabeleceu um limite de encaminhamento de mensagens para cinco contatos por vez. Antes, eram permitidos 25 por vez.

Em fase de teste

Também como medida de contenção de notícias falsas, a versão de testes mais recente do aplicativo, ainda não disponível para todos, traz um novo recurso de lupa ao lado das mensagens frequentemente encaminhadas que permite uma pesquisa rápida na internet sobre a veracidade do conteúdo compartilhado. Ainda não há previsão de lançamento da nova funcionalidade a todos os usuários do aplicativo.

A solução busca aliar o melhor dos dois mundos: manter uma plataforma de comunicação privada, que não é monitorada pela empresa de forma alguma, e minimizar a circulação de informações erradas ou falsas. Como o WhatsApp tem criptografia de mensagens ponta a ponta, ou seja, todo o tráfego da mensagem via internet é codificado ao sair de um celular e decodificado apenas pelo celular da pessoa que a recebe, a empresa não pode monitorar e bloquear ativamente links ou textos com informações erradas. E a companhia garante ainda que não guarda nenhum dado referente a conversas em seus servidores.

Com as novas medidas em prol da informação de qualidade, o aplicativo tenta virar o jogo e se tornar uma plataforma de comunicação conhecida por conter informações verídicas, algo que vem a calhar em um ano com eleições tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos.

Por: Lucas Agrela

Copyright © 2018. A Província do Pará Todos Direitos Reservados . Desenvolvido por Corpes Digital