sábado, julho 20, 2024
Desde 1876

Grupo Alubar implanta melhorias operacionais e ambientais no Canadá

Como signatário do Pacto Global das Nações Unidas, o Grupo Alubar, maior fabricante de vergalhões de alumínio do continente americano e maior produtor de cabos elétricos de alumínio da América Latina, realizou melhorias importantes na economia de água potável, insumos químicos e energia elétrica em sua fábrica localizada em Bécancour, cidade da província canadense do Québec.

Em 2023, a unidade Alubar Métaux diminuiu aproximadamente 50% do consumo de óleo no processo de emulsão; reduziu cerca de 29% de água potável no sistema de torres de resfriamento usadas para evitar superaquecimento nos equipamentos da fábrica, além de cortar pela metade o consumo de produtos químicos como inibidores de corrosão e cloro. A empresa também aperfeiçoou o uso de energia no processo de fabricação de vergalhões de alumínio.

O engenheiro Carl Brodeur, coordenador técnico e de qualidade da Alubar Métaux, no Canadá, explica que uma das melhorias realizadas nos indicadores de uso de água tem a ver com um projeto de otimização dos parâmetros de dureza e ciclo de concentração da água nas torres de resfriamento. A equipe aumentou os níveis de alguns elementos químicos presentes na água que corre dentro dos sistemas de resfriamento das máquinas, aumentando sua condutividade e tornando-a mais concentrada. Com isso, o uso de água potável no processo torna-se menor, pois a água é trocada com menos frequência. “Ao mesmo tempo, fizemos modificações no filtro que controla a vazão de água. Com isso, o resultado em 2023 foi de 29% de economia de água potável”, afirma Carl Brodeur.

A diminuição do uso de água no resfriamento de máquinas também se reflete na redução em 50% no uso de produtos químicos que impedem a corrosão das tubulações metálicas. “O equipamento na fábrica é bem quente, então essa água mantém as máquinas funcionais para a produção de vergalhões. Agora, a água fica por mais tempo na torre de resfriamento, então você precisa trocar menos a água, e por isso precisa colocar menos produto químico anticorrosivo”, complementa Brodeur.

Após recircular várias vezes no sistema de resfriamento, a água passa por uma estação de tratamento antes de seguir para o rio. Por essas boas práticas, a Alubar Métaux recebeu o prêmio Environment Award 2023, oferecido pela Veolia, multinacional francesa que é referência em transformação ecológica.

 

 

REDUÇÃO DE CONSUMO

Ao transformar o alumínio primário em vergalhões, que são cilíndricos e dispostos em forma de grandes bobinas, a Alubar utiliza a emulsão – uma mistura de água e óleo – para proteger e facilitar o deslizamento do metal sólido nos laminadores que dão forma aos vergalhões.

Essa emulsão, no entanto, possui custo alto e vida útil curta. Um dos problemas era que a emulsão se separava em duas fases (óleo e água) e se tornava semissólida, o que impedia a lubrificação e o bom funcionamento dos laminadores. A Alubar, então, buscou no mercado por novos produtos químicos que pudessem substituir ou serem acrescentados a essa emulsão para prolongar seu tempo de uso.

A empresa chegou a um novo fornecedor, que ofereceu um aditivo químico, que, ao ser misturado com a emulsão, aumenta muito sua vida útil ao reduzir o risco de separação de óleo e água. “Fizemos testes com esse produto e a emulsão teve performance muito boa, passamos a consumir muito menos óleo e com menos custos. Desta forma reduzimos em 50% o consumo de óleo por mês”, afirma o engenheiro da Alubar Métaux, Carl Brodeur.

A nova fórmula de emulsão está sendo utilizada na Alubar desde 2022 e, nesse tempo, novos benefícios foram observados na qualidade do produto final. “Um dos parâmetros de qualidade dos vergalhões de alumínio é a superfície, que precisa ser lisa, sem defeitos e muito brilhante. Com esse produto químico na emulsão, o brilho aumentou. Então foram dois ganhos ao mesmo tempo, de vida útil da emulsão e de qualidade do produto”, destaca o coordenador técnico e de qualidade da Alubar no Canadá. Além disso, uma emulsão que demora mais para se separar em água e óleo diminui os esforços, os custos e o tempo de equipamentos parados para limpeza.

Outra consequência na melhoria da emulsão é a economia de energia. Antes, a empresa precisava de duas bombas hidráulicas no processo, uma para a linha de laminação e outra para misturar a emulsão e mantê-la homogênea. “Agora, estamos usando apenas uma bomba em vez de duas, ganhando mais eficiência na mistura da emulsão e menor consumo de energia. O projeto não está totalmente concluído, mas os resultados já são muito bons até agora”, destaca Carl Brodeur. Além disso, os tanques também receberam agitadores que consomem menos energia e são mais eficientes na mistura da emulsão.

 

DECLARAÇÃO AMBIENTAL

 

A unidade canadense da Alubar também iniciou o projeto de obtenção da EPD (Declaração Ambiental de Produto) e da certificação do vergalhão de baixa emissão de dióxido de carbono – o Green Aluminum (Alumínio Verde). O projeto vai determinar taxa de CO2 equivalente por tonelada métrica de vergalhão de alumínio produzida, especificamente para as ligas metálicas das séries 1xxx, 5xxx, 6xxx e 8xxx.

“Na América do Norte, há grandes clientes que nos pedem alumínio verde e limpo. Aqui em Bécancour, nós sabemos que o alumínio é feito com energia renovável, mas não temos nenhum documento formalizando isso. Então, o que estamos fazendo é uma avaliação do ciclo de vida do nosso produto, para obter a EPD, com o auxílio do Grupo AGECO, uma consultoria especializada em meio ambiente”, explica Carl Brodeur.

A certificação irá avaliar, segundo padrões internacionais, a origem do alumínio, a distância das viagens, matérias-primas, rejeitos e uso de energia, entre outros aspectos que envolvem a operação industrial da Alubar. Essas informações serão consolidadas em um relatório de ciclo de vida, que será revisado por auditores externos para a obtenção e futura publicação do EDP da Alubar no Canadá. A previsão é que esse processo seja concluído até junho deste ano.

Além disso, todas as fábricas do Grupo Alubar contam com certificação ISO 9001 e ISO 14001, que garante o alinhamento a boas práticas internacionais de gestão da qualidade e do meio ambiente.

Imagem: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo