quarta-feira, julho 24, 2024
Desde 1876

Chamado de fascista, Ultraje a Rigor processará radialista

Na sexta-feira, 7, o radialista Marco Antonio Abreu, da Kiss FM, gerou polêmica nas redes sociais ao comemorar o cancelamento de um show da banda Ultraje a Rigor, liderada por Roger Moreira. Em uma postagem, Abreu chamou os integrantes do grupo de “fascistas”, o que provocou a reação indignada do cantor e da banda.

O show estava programado para ocorrer no Tokyo Marine Hall em 13 de julho, como parte das comemorações do 23º aniversário da Kiss FM, coincidentemente também Dia do Rock. No entanto, a emissora decidiu cancelar o evento.

Em uma publicação em seu perfil pessoal, Abreu escreveu:

– Graças a Deus a Kiss repensou e decidiu cancelar o show de aniversário da rádio com a merda ultrajante do Ultraje a Rigor. Uma rádio tão importante como a nossa merece uma festa de respeito e não um grupo de fascistas falidos.

A banda Ultraje a Rigor, utilizando seu perfil no X respondeu questionando a rádio:

– E aí, @Kiss_FM? Somos atacados por @marcokissfm, cancelam o show que seria feito no Dia Mundial do Rock (Data importantíssima) faltando 36 dias para o evento e é isso que temos como resposta?

O radialista pediu desculpas e apagou a mensagem, mas Roger Moreira não aceitou e escreveu nas redes sociais que entrará com processo.

– Vai aprender a ter responsabilidade. Claro que o covarde não cita a banda agora. Vai ter que provar o que disse, malandrão. Na justiça. O processinho está a caminho. Fascista é seu c*.

Diante da repercussão, a rádio emitiu uma nota oficial, destacando seu compromisso com a imparcialidade e o respeito ao público, ressaltando que as declarações de seus comunicadores em redes sociais são de caráter pessoal e não refletem a opinião da empresa.

Imagem: Reprodução/Pleno.News

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo