domingo, julho 21, 2024
Desde 1876

Ações preventivas são intensificadas durante a Operação ‘Corpus Christi’

Prosseguem nesta sexta-feira (31), em 30 municípios paraenses, as ações integradas da Segurança Pública durante a operação ‘Corpus Christi’, em atenção ao feriado prolongado. Em praias e balneários, banhistas e turistas que aproveitavam o dia de sol tiveram orientações de prevenção por parte do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA) e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

O planejamento elaborado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), que coordena e supervisiona as ações dos órgãos durante a operação, destaca inúmeras ações que vão do balizamento nas praias, passando pela organização do trânsito, policiamento ostensivo, além é claro, da prevenção balneária.

Com reforço de efetivo de mais de mil agentes, as orientações para banhistas são um dos focos da operação, com objetivo de garantir tranquilidade para as famílias e o atendimento adequado ainda na praia, destaca o secretário adjunto de Gestão Operacional, Luciano de Oliveira.

“A operação conta com a mobilização de agentes de segurança pública para mais de 30 destinos do Estado do Pará. E a atuação de todo esse efetivo tem foco especial, prioritariamente na questão da prevenção, seja da criminalidade, seja da questão de defesa civil, com foco na prevenção de afogamentos, ocorrências de crianças perdidas também. Então o Sistema é todo voltado para que a população paraense tenha um feriado tranquilo e retorne em segurança. Nesse ponto também a gente pode ainda incluir a atuação da fiscalização das rodovias estaduais através da Polícia Rodoviária Estadual, fazendo testes de bafômetro, fiscalizações, controle de velocidade, também com o objetivo de prevenir acidentes”, ressaltou.

Prevenção – Na praia do Atalaia, em Salinópolis, estavam reunidas muitas famílias com crianças e o foco do trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil voltou-se para a orientação sobre a segurança de banhistas, evitando afogamentos, acidentes com animais marinhos, além de outras informações úteis.

De acordo com o coordenador do trabalho na área de praia, tenente-coronel BM Diego Cunha, o movimento esperado é de intensidade, devido à atividade turística da região e por isso há o reforço para atendimentos. 

“A maior estatística até o momento é o atendimento com o animal marinho. Porém, isso é um reflexo também da prevenção que nós atuamos. Em relação ao afogamento, nossos militares têm a orientação e já estão na prevenção. O reflexo é esse baixo atendimento, afogamento propriamente dito, sendo uma prevenção eficaz e eficiente. Acaba que o atendimento com o animal marinho sobressaia em uma questão de habitat natural do animal e acaba que o ser humano ocupa aquela área e inevitavelmente ocorrerá um incidente. Mas a gente está aqui também com suporte para isso”, afirmou. 

O trabalho dos profissionais de resgate também teve foco nas marés, ressaltou o coordenador. “A maior amplitude, que é a preamar, está coincidindo com a hora do almoço, isso aumenta a concentração de público, redobra a atenção do guarda-vidas e nós também orientamos aos banhistas quanto aos pontos que variam de acordo com maré. Numa maré de menor amplitude temos pontos de risco, em uma maré de maior amplitude teremos outros pontos de risco, então há esse dinamismo também na prevenção”, informou.

Integração – Participam das ações conjuntas as polícias Civil, Militar e Científica, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e Grupamento Fluvial de Segurança (GFlu).

A Segup atuará ainda, de forma integrada, com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Guarda Municipal de Belém para garantir maior segurança nas estradas e nos principais corredores da capital paraense.

Fonte: Agência Pará/Foto: Ascom SEGUP

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo