segunda-feira, junho 24, 2024
Desde 1876

Belo Monte aumentou 17% da mão de obra feminina na usina em 2023

A participação de mulheres no mercado de trabalho, desempenhando profissões, historicamente, ocupadas por homens é cada vez maior. É o caso das áreas de operação, manutenção e toda a parte de segurança do Complexo Hidrelétrico Belo Monte, no Pará, que possui 30 mulheres em atividades até então executadas por homens. Em 2023, a Norte Energia, concessionária de Belo Monte, iniciou um projeto voltado à qualificação de profissionais da região e aumentou o espaço para a mão de obra feminina na usina, com crescimento de 17% em relação ao ano anterior.

Através do curso de Trainee Técnico Operador(a) Mantenedor(a), que integra o Programa Belo Monte Oportunidades, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) de Altamira, nove mulheres passaram por uma criteriosa seleção. Ao longo de 2023, elas fizeram um estágio na usina e atualmente integram o corpo de técnico da equipe de operações.

 “Essa abertura para o ingresso de mulheres num setor que é tido como masculino, para mim, foi a oportunidade perfeita de ingressar em uma empresa de grande porte no setor de energia além da minha independência financeira, isso mostra o início da mudança de visão das empresas em Altamira e no mundo. Mostra que mulheres e homens têm mesma capacidade intelectual e, portanto, podem ocupar e concorrer as mesmas funções e serem remunerados com os mesmos salários”, considera Aguida Monique Rosa Rodrigues, uma das formandas pelo curso de trainee da usina.

Aguida tem como exemplo outra mulher com quem trabalha no dia a dia de suas atividades na hidrelétrica. Desde dezembro de 2021, a engenheira eletricista controle e automação, Janaína Cândido desempenha papel estratégico na geração da energia de Belo Monte. Trabalhando diretamente na sincronização das atividades da manutenção e operação da maior usina 100% brasileira, Janaína possui amplo conhecimento de todas as etapas do processo de geração, avalia cenários e interfere em decisões para otimizar a disponibilidade das máquinas. Sua atuação dinâmica na usina inspira outras mulheres.

“Hoje, vejo a presença das mulheres no ambiente de operação um pouco mais facilitado devido às grandes mudanças que as empresas vêm trazendo em relação à inclusão. O setor elétrico, por si só, é muito desafiador, pois consiste numa grande malha toda interligada e precisei interagir e entender muitos aspectos para me posicionar como uma profissional do mercado. Neste momento da minha carreira não tenho mais problema com o machismo. Interajo com uma equipe de aproximadamente 40 homens e as respostas que recebo são as melhores possíveis. Hoje, meu maior desafio é trabalhar de forma a competir com outras empresas do setor”, afirma Janaína.

A Usina Hidrelétrica Belo Monte é a quinta maior hidrelétrica do mundo e a maior brasileira. A usina é responsável, hoje, pelo atendimento de aproximadamente 10% da demanda anual do país e é fundamental para garantir a segurança do sistema elétrico nacional.

Imagens: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo