domingo, julho 21, 2024
Desde 1876

Campeão mundial de atletismo é encontrado morto aos 42 anos

Uma tragédia foi confirmada nesta terça-feira (2) no atletismo mundial. O sul-africano Jacques Freitag, campeão do mundo de salto em altura, foi encontrado morto aos 42 anos. Ele estava desaparecido há duas semanas antes de ter seu corpo encontrado em Pretória com vários ferimentos de bala. A polícia trata o caso como assassinato.

De acordo com a imprensa sul-africana, a última aparição de Freitag com vida ocorreu em 12 de junho. Desde então, estava desaparecido. Um homem teria abortado-o na casa de sua mãe, em Bronkhorstspruit durante a noite e desde então ninguém mais soube de seu paradeiro.

Considerado um atleta prodígio, Freitag fez parte de seleto grupo de competidores que conquistaram títulos mundiais individuais nas categorias sub-18 (em 1999), sub-20 (2000) e sênior (2003).

Nascido em Warrenton em 1982, o saltador cresceu em Gauteng e conheceu a modalidade cedo, já que sua mãe, Hendrina, era campeã nacional de salto em altura. Sua marca de 2,38m alcançada em 2005 é recorde mundial até hoje. Desde a semana passada que sua irmã, Chrissie Lewis, pediu ajuda para localizá-lo.

O atleta fez sucesso com 19 anos, em 2002, ao estabelecer o primeiro recorde sul-africano no salto, com 2,37m. Em 2003, conquistou o ouro no Campeonato Mundial em Paris com 2,35 m, tornando-se o primeiro homem africano a ganhar um título mundial em evento de campo. Seis dias depois, a compatriota Hestrie Cloete venceu o evento feminino.

Freitag não conseguiu avançar à final na Olimpíada de 2004, mas assombrou o planeta em 2005 ao aumentar seu recorde africano para 2,38m, marca que permanece até hoje entre atletas de seu país. Ele parou de competir em 2013.

*AE

Fonte: Pleno News/Foto: EFE/epa/FABRICE COFFRINI

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo