quarta-feira, julho 17, 2024
Desde 1876

Grandes obras no âmbito da COP-30 são apresentadas pela Prefeitura de Belém em entrevista coletiva

A Prefeitura de Belém apresentou na tarde desta terça-feira, 11, um conjunto de obras municipais voltadas para a Conferência das Partes da ONU (COP-30) que será realizada em 2025 na capital paraense. O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, detalhou em entrevista coletiva para a imprensa, concedida no Palácio Antônio Lemos, as obras no Complexo do Ver-o-Peso; o Bus Rapid Service – Serviço de Ônibus Rápido (BRS) na avenida Júlio Cesar; do Parque São Joaquim; e Mercado de São Bras.

Todas as obras detalhadas têm financiamento do Governo Federal, por meio da Itaipu Binacional. O prefeito Edmilson Rodrigues apresentou cada uma, explicando como serão feitas, os valores investidos e os benefícios que cada obra vai oferecer.

Parque

Umas das obras prioritárias é a requalificação do Igarapé São Joaquim. Serão investidos R$ 150 milhões para a implantação do parque ecológico. A obra vai contemplar cinco quilômetros de extensão – da avenida Júlio César até as margens da Baía do Guajará.

Serão construídas pontes em vários trechos, dando navegabilidade ao rio, mas não em toda a sua extensão; e haverá ainda espaços de visitação turística e urbanização em toda a área. A licitação está em andamento e a previsão é ser concluída até o próximo final da semana.

BRS

O prefeito Edmilson Rodrigues explicou também como será a obra na avenida Júlio César, que receberá nos seus 5 quilômetros o BRS. A Ordem de serviço foi assinada na manhã desta terça-feira e o investimento total é de R$ 136,5 milhões. O projeto inicial para a Júlio Cesar, feito pela gestão municipal anterior, era para Bus Rapid Transit (BRT), o que foi rejeitado pelo prefeito Edmilson Rodrigues, que modificou o projeto.

“Eu disse que preferia perder o recurso do que fazer o BRT e conseguimos negociar com o governo federal para mudar o projeto; terminamos a licitação e hoje vamos fazer toda a modernização da Júlio Cesar, com o BRS. Ao invés de tirar 500 árvores do canteiro central, vamos manter todo o canteiro e sua vegetação” detalhou o prefeito.

O projeto será executado pelo Consórcio TP BRT Centenário e terá duas fases. O prefeito detalhou a primeira, a ser executada agora, num prazo de 18 meses. A obra ocorrerá na avenida Júlio César, entre a praça São Cristóvão e o Aeroporto Internacional de Belém, em Val-de-Cans.

Em geral, esta primeira fase envolve os serviços de terraplenagem; pavimentação; drenagem; sinalização; paisagismo; obras especiais, uma delas a duplicação do elevado da avenida Centenário à Júlio Cesar; cinco estações de passageiros e obras de reurbanização destinadas à implantação do sistema BRS, na avenida Júlio César (o que consiste em uma faixa exclusiva para ônibus especiais nos dois sentidos da avenida).

Ver-o-Peso

Sobre as obras em todo o Complexo do Ver-o-Peso, o gestor municipal informou que alguns itens estão avançados. A execução da obra foi iniciada em duas frentes, do lado da Ladeira do Castelo, onde 80% da obra está pronta, faltando apenas o paisagismo. Já na Feira do Açaí foi iniciada a execução da regularização da via em calçamento com paralelepípedos e em pedra lioz.

Na parte da feira do Ver-o-Peso, já foi iniciada a remoção dos intertravados e a demolição dos antigos boxes, para o início dos serviços de infraestrutura nas partes das instalações elétricas, SPD e hidrossanitária. A feira provisória está concluída, inclusive com a liberação pelo Corpo de Bombeiros.

São R$ 64 milhões investidos na reforma do Ver-o-Peso, que contemplará Feira Principal, Estacionamento, Mercado de Peixe, Mercado de Carne, Ladeira do Castelo, Feira do Açaí. A previsão de conclusão da obra, que contemplará cinco etapas, é de dezoito meses a contar da assinatura da Ordem de Serviço e está sendo fiscalizada pela equipe do Departamento de Obras da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb).

Mercado

São mais de 16km² de reforma com investimento de R$ 118.3 milhões para a construção e restauração do Mercado de São Brás. Será um espaço totalmente revitalizado, que se transformará em um complexo de comercialização, fomento à cultura, gastronomia e turismo. A obra está 70% concluída e a previsão de entrega é em setembro próximo.

“Todas as obras estarão concluídas até o primeiro semestre de 2025. O Mercado de São Brás já vamos entregar em setembro deste ano. O Ver-o-Peso será por etapas, então serão entregues todas até o final do primeiro semestre do ano que vem. Já o trecho que vamos fazer no canal São Joaquim também será entregue no próximo ano”, explicou o prefeito Edmilson Rodrigues.

Texto: Victor Miranda

Fonte: Agência Belém/Foto: Diney Souiza/Ag Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo