domingo, julho 14, 2024
Desde 1876

Quadrilhas juninas encerram primeira fase do concurso com temas originais

A 1ª fase do concurso oficial de quadrilhas de Belém encerrou neste domingo, 16, com gostinho de quero mais para a próxima etapa, que inicia no dia 20.  Ao longo da semana, 35 quadrilhas participaram da competição realizada pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural de Belém, na Praça Waldemar Henrique.

A disputa foi acirrada entre as últimas nove quadrilhas que se apresentaram no Piano Palco.Foram elas: Fuzuê Junino; Explosão Junina de Val de Cans; Rosa Vermelha; Império Junino de Outeiro; Cristal Junino; Pipocando Junino; Impacto Junino; Rainha da Juventude e Renovação de São João. Cada uma teve o tempo máximo de 20 minutos de apresentação para serem avaliadas pelos jurados, com pontuações de 7 a 10, nos quesitos Conjunto, Coreografia, Traje, Marcação e Evolução.

Fuzuê Junino – Transformando o Piano Palco em um picadeiro de circo, a primeira quadrilha a se apresentar foi a Fuzuê Junino, com 20 pares.  Com o tema “Em um fuzuê de emoção, chega o circo pra alegrar o seu coração”, o grupo abriu a noite de domingo com muita alegria e diversão. O marcador Lucas Alves, bicampeão como melhor marcador junino, entrou vestido de palhaço e tirou muitos sorrisos do público e dos jurados. 

“A gente trouxe para o palco o clima de felicidade que existe no circo. O nosso objetivo era fazer com que as pessoas se sentissem num picadeiro, por isso interpretamos uma trupe que acabou de chegar em Belém e vai viajar pelo estado levando alegria. Ensaiamos isso por meses para que fosse tudo perfeito”, enfatiza Lucas Alves.

Explosão Junina de Val de Cans – Com o tema Mani – A Lenda da Mandioca, a Explosão Junina de Val de Cans foi a segunda quadrilha a pisar no Piano Palco. Trazendo símbolos indígenas e regionais em seus trajes, os 20 pares deixaram o público extasiado. Contando a história da benção de Tupã, a Miss Caipira, Marcely Gomes, representou as mulheres que trabalham no cultivo da mandioca.“É a segunda vez que competi como Miss Caipira e estava bem animada pra mostrar a minha coreografia e o meu tema aos jurados. Passamos muitos meses ensaiando e fiquei surpresa com a interação do público”, conta a Miss Caipira Marcely Gomes.

Rosa Vermelha – Em comemoração aos seus 36 anos, a quadrilha Rosa Vermelha, do distrito de Icoaraci, foi a terceira a se apresentar. Com os quadrilheiros dançando músicas que marcaram a trajetória do grupo, o tema escolhido foi Hoje É Tempo de Rosa Vermelha. Clenilson Freitas, 45, participa da quadrilha desde os 15 anos de idade. Para ele, é uma honra fazer parte do legado do grupo.“Nessa noite, o nosso desejo foi superar todos os nossos ensaios, relembrar os momentos e se divertir. Apesar da competição, precisamos lembrar que o período junino também é de alegria. Aproveitamos cada momento no palco pra celebrar mais um ano da nossa quadrilha e festejar o São João”, diz Clenilson Freitas.

Império Junino de Outeiro – História, tradição e comemoração estiveram presentes na apresentação do Império Junino de Outeiro, quarta quadrilha a pisar no Piano Palco. Com o tema “10 anos da Império Junino de Outeiro”, os 33 quadrilheiros reviveram as cores e os passos que marcaram a sua trajetória.  Apresentando  “O Zumbi dos Palmares”, a Miss Negritude, Jessica Costa, participou pela segunda vez do concurso da Fumbel. “Eu estava nervosa antes de começar a me apresentar, mas consigo me concentrar e lembrar que vim aqui pra mostrar a minha dança e representar todas as meninas pretas que um dia sonharam em ser miss”, diz Jessica Costa.

Cristal Junino – Realizando um casamento na roça em homenagem aos santos do São João, a quadrilha Cristal Junino foi a quinta a se apresentar no Piano Palco, com o tema São João convidou, Santo Antônio confirmou, São Pedro e São Marçal com a Cristal Junino no Arraial. Os 16 pares, do bairro do Barreiro, realizaram demonstração de fé e gratidão aos santos durante a apresentação. “Graças a Deus, deu tudo certo mais um ano. Fizemos uma homenagem aos quatro santos juninos, simbolizando o casamento da linda moça que fez uma promessa ao santo casamenteiro para que ele lhe concedesse um lindo matrimônio”, ressalta o marcador do grupo, Marcos Castro.

Pipocando Junino – A sexta quadrilha da noite a subir no Piano Palco foi a Pipocando Junino, diretamente do bairro da Terra Firme, representando a cultura de máscaras de Veneza. Esbanjando drama, arte, brilho e cores extravagantes, os 33 quadrilheiros apresentaram o tema O Baile da Pipocando. Representando o grupo pelo terceiro ano, a Miss Caipira Larissa Santiago, trouxe a mensagem da “Serenata do Amor”, com o objetivo de encantar o público.“Eu vim alegrar os jurados e mostrar o meu melhor. Por meses, eu me preparei e acredito que dei muito orgulho à minha família e à minha quadrilha. Aos jurados, eu pude mostrar o meu talento e todo meu potencial”, enfatiza a Miss Caipira Larissa. 

Impacto Junino – Com 16 pares apresentando o tema O Amor em Forma de Flor traz Alegria em seu Andor, a quadrilha Impacto Junino, do distrito de Icoaraci, protestou contra a intolerância religiosa. O marcador Patrick Alves veio caracterizado como a personificação do pecado, com um traje totalmente vermelho, causando reflexões no público.
“O nosso tema é muito importante, porque ele alerta sobre o desrespeito religioso que ocorre nesse período junino. Muitas pessoas alegam que o catolicismo e os Santos do São João são coisas do diabo e isso é um desrespeito total, além de ser crime”, reforça Patrick Alves.

Rainha da Juventude – Os 41 quadrilheiros da Rainha da Juventude subiram ao Piano Palco representando o dia a dia no Mercado Ver-O-Peso. Com o tema Vem Ver o Peso das Cores, dos Gostos e dos Sabores de uma Rainha. Caracterizado como um vendedor da “Bike Som”, o marcador Júnior Lisboa esbanjou carisma e simpatia durante a oitava e penúltima apresentação da noite. “Não viemos para falar do Ver-o-Peso como ponto turístico, mas sim mostrar o seu cotidiano. Viemos representar os feirantes, as vendedoras de ervas e todos os trabalhadores que tiram dali o seu sustento. Eu acredito que apresentamos um bom espetáculo ao júri”, reforça o marcador.

Renovação de São João – A última apresentação da noite foi marcada por uma história de amor contada por 16 pares. Com o tema O Romance do Botão de Rosa e da Borboleta, a quadrilha Renovação de São João, do bairro da Condor, encerrou a 1ª fase eliminatória com muita representatividade, beleza e força de vontade. Apresentada como Flor Negra, a Miss LGBQTIA+  Luma Pietra trouxe em sua coreografia uma mensagem de resistência.“Eu trouxe um tema que fala sobre a minha história e luta, enquanto pessoa preta. Eu representei a todas mulheres e LGBTQIA que sofrem com racismo e resistem dia após dia sempre com um sorriso no rosto”, encerra Luma Pietra.

2ª Semana de Arraial Tamo Junto e Misturado 

A  segunda semana do arraial inicia com a apuração dos votos das apresentações da fase eliminatória, nesta terça-feira, 18, a partir das 18h, na sala Vicente Salles do Memorial dos Povos, às 16h. Apenas 18 das 35 quadrilhas habilitadas passarão para a 2ª fase, que ocorrerá nos dias 20, 21 e 22 no Piano Palco. No domingo, 23, ocorrerá a última apuração e a premiação das 10 campeãs do Arraial de Belém 2024.

A programação do Tamo Junto e Misturado: Arraial de Belém segue também, de 20 a 23 de junho, com mais uma rodada da Mostra Cultural na Cuia Acústica, reunindo atrações culturais como grupos Parafolclóricos,  de Carimbó,  Bumbá e Toada.
 
 

Texto: Vagner Mendes

Fonte: Agência Belém/Foto: Vagner Mendes/Ascom Fumbel

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo