quarta-feira, julho 17, 2024
Desde 1876

Adepará conhece sistema internacional pioneiro de Rastreabilidade de Bovinos e Bubalinos

A equipe técnica do Sistema de Identificação Individual e Rastreabilidade de Bovinos e Bubalinos no Pará (SRBIPA), da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), realizou, no período de 10 a 14 de junho, no Uruguai, visita para conhecer o sistema pioneiro de rastreabilidade animal. 

A comitiva paraense fez uma imersão no país vizinho, que tem 18 anos de experiência em rastreabilidade animal, tendo um dos pilares para o desenvolvimento da pecuária do país que é um dos maiores exportadores de carne do mundo. 

O diretor de Defesa e Inspeção Animal, Josino Santos, ressalta a importância do processo de rastreabilidade internacional. “Nesta visita tivemos a oportunidade de conhecer na prática o funcionamento do sistema de rastreabilidade para o pequeno e grande produtor do Uruguai e entender a importância desse sistema para o desenvolvimento da pecuária no país que é um grande exportador de carne para o mundo, aprender com os erros e acertos da implantação do sistema e perceber diferenças e similaridades com a pecuária do nosso Estado”. 

O objetivo das visitas foi conhecer um dos programas de rastreabilidade mais consolidados, estruturados e reconhecidos como um referência mundial. Mostrando todo o seu processo desde os trâmites de chegada, separação e saída dos animais, bem como, todo o processo de rastreabilidade desenvolvido no país. “No leilão, pode-se observar o trabalho dos operadores da rastreabilidade habilitados no país e a leitura dos identificadores individuais, como também a atuação dos fiscais do Ministério DelAgricultura Ganadería y Pesca do Uruguai (MGAP) na fiscalização de trânsito dos animais”, afirmou o diretor. 

A Unidade de Controle, Cadastro e Rastreabilidade Animal (UCCRA) é responsável pela gestão e desenvolvimento do sistema de rastreabilidade bovídea do Pará e tem o objetivo de estabelecer os procedimentos padronizados para a identificação individual de todo rebanho bovino e bubalino existente no Estado, efetuar o cadastramento de produtores e propriedades, promover treinamentos sobre o sistema, além de análise de dados. 

Rastreabilidade –  Idealizado pelo Governo do Pará, o programa visa obter o controle efetivo do trânsito de cada animal que circula pelo território paraense, tendo como pilar a rastreabilidade do gado, a fim de preservar a cadeia em todas as fases, da produção à comercialização. O programa é considerado pioneiro no Brasil ao estabelecer a rastreabilidade bovídea no Estado – do nascimento ao abate -, garantindo, principalmente, a integridade sanitária e ambiental dos animais. Construído pelo governo, terceiro setor e sociedade civil, tem como meta identificar, com a aplicação de brincos e bottons, todos os bovinos e bubalinos movimentados, para qualquer finalidade, inclusive abate, cria, recria, engorda, leilões e exportação, até 31 de dezembro de 2025.

Fonte: Agência Pará/Foto: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo