segunda-feira, junho 24, 2024
Desde 1876

Aliados de Alexei Navalny pedem que corpo dele seja entregue

Os aliados do falecido líder opositor russo Alexei Navalny lançaram uma campanha para que as autoridades da Rússia entreguem seu corpo o mais rapidamente possível à família, que denunciou que o Kremlin pretende enterrá-lo em segredo.

Numerosos artistas, intelectuais e jornalistas russos no exílio aderiram à campanha no canal de Telegram da equipe de Navalny, que também foi apoiada por mais de mil religiosos ortodoxos.

Atores como Artur Smolianinov, Dmitry Nazarov e Tatiana Lazareva e jornalistas como Yevgenia Albats e Dmitry Muratov, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 2021, publicaram vídeos exigindo a entrega do corpo.

– Vocês ainda têm a oportunidade de continuarem sendo pessoas. Não se desumanizem, nem tentem desumanizar a todos nós – disse Lazareva, que mora na Espanha.

Bailarinos como Mikhail Baryshnikov também participam da campanha, assim como cantores como Andrei Makarewitsch e ativistas como Nadezhda Tolokonnikova.

– Meu nome é Mikhail Baryshnikov. Solicito veementemente que o corpo do falecido Alexei Navalny seja devolvido à sua mãe – afirmou o bailarino.

A mãe do líder opositor russo acusou, nesta quinta-feira (22), as autoridades russas de a ameaçarem e de quererem enterrar secretamente o seu filho para que seus apoiadores não pudessem dizer adeus ao inimigo número 1 do presidente Vladimir Putin.

– Na minha presença recebem ordens do Kremlin ou do aparelho central da Comissão de Instrução. Querem que seja feito em segredo, sem despedida. Querem me levar para os arredores do cemitério, para uma cova recente e dizer: “Aqui jaz seu filho” – denunciou a mãe de Navalny em um vídeo postado no canal de Telegram da equipe do opositor.

Há poucos dias, a mãe de Navalny enviou uma carta ao presidente russo pedindo que o corpo do filho lhe fosse entregue, enquanto os seus correligionários entraram com uma ação judicial para acelerar o processo. A viúva de Navalny, Yulia, que foi recebida nesta quinta, em São Francisco pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acusa Putin de ordenar o assassinato.

O Kremlin negou categoricamente as acusações e pediu que se espere os resultados da autópsia, enquanto Putin não se referiu publicamente ao assunto. O opositor, de 47 anos, morreu na prisão de “causas naturais”, segundo o atestado médico assinado na última quarta (21). Segundo a mãe, essa versão seus correligionários consideram falsa.

*EFE

Fonte: Pleno News/Foto: EFE/EPA/HANNIBAL HANSCHKE

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo