quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

No Fevereiro Roxo, Jean Bitar alerta sobre lúpus e fibromialgia

O Hospital Jean Bitar (HJB), em Belém, é uma das referências no Estado em reumatologia, especialidade médica que faz o tratamento de doenças crônicas como o lúpus e a fibromialgia, que têm a temática lembrada na campanha denominada “Fevereiro Roxo”. Uma das especialistas na área do HJB esclarece dúvidas sobre os sintomas dessas doenças, como procurar o tratamento e dá dicas sobre cuidados e qualidade de vida para quem possui essas enfermidades.

A médica Carolina Kahwage, reumatologista, faz parte do serviço de reumatologia do Hospital Jean Bitar, e juntamente com a médica Thayana Kajitani, coordenam o serviço. O lúpus é uma doença autoimune inflamatória sistêmica que pode causar sintomas na pele como manchas avermelhadas, sobretudo, em áreas expostas ao sol (fotossensibilidade), dor nas articulações, aftas, queda de cabelo, além de sintomas envolvendo outros órgãos como sangue e espuma na urina (pelo envolvimento dos rins), dor no peito, dificuldade para respirar (pelo acometimento pulmonar e cardíaco), palidez por anemia dentre vários outros sintomas.

A doutora cita também sobre a fibromialgia, doença crônica que tem como principal sintoma dor constante por todo o corpo. “A fibromialgia é uma é uma condição que se caracteriza por dor muscular generalizada, crônica mas que não apresenta evidência de inflamação nos locais de dor. Ela é acompanhada de outros sintomas, como sono não reparador, alteração de humor e cansaço”.

Segundo a médica do HJB, essas doenças são incuráveis mas que podem ser tratadas e o paciente pode ter uma melhor qualidade de vida. Carolina Kahwage destaca a importância do estilo de vida saudável com a prática de atividade física, alimentação balanceada, sono adequado, evitar o tabagismo e, no caso das pacientes com lúpus (doença que tem como um dos fatores desencadeantes a radiação solar), ela orienta o uso do filtro solar com alto fator de proteção regularmente, e evitar exposição solar no horário de 9h às 16h.

Hoje o HJB é referência estadual para o tratamento, pessoas com os sintomas mencionados, devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência para passar por uma avaliação e eventualmente ser encaminhado, via Regulação Estadual, para hospital referenciado.

“Ao ser atendido por um clínico geral, o paciente fará uma consulta médica, para uma conversar e realização de exames que julgar necessário para investigar as queixas. E a partir disso, sendo referenciado ao reumatologista”, detalhou a especialista do Jean Bitar.

Dados de atendimento- No mês de janeiro deste ano, o HJB já realizou 484 atendimentos ambulatoriais em reumatologia.

A usuária, Rosimare Gonçalves, de 51 anos, faz tratamento de Lúpus na unidade hospitalar. Recentemente no carnaval, ela participou do bloco “Tratamento Fora do Domicílio (TFD) na Folia”, realizado em sua cidade, Colares, que fica a cerca de 104 km capital, uma homenagem de todos que deixam a cidade todos os dias para realizarem tratamento de saúde em instituições do Governo do Pará, levou para as ruas da cidade junto a usuários da rede pública, cerca de 500 foliões entre amigos e seus familiares.

“Sou grata a todos os profissionais do hospital e, por isso, fiz questão de fazer a homenagear na avenida escolhendo alguns para representá-los por todo o acolhimento que recebo, semanalmente. Ter participado do bloco foi incrível. Estou grata em ver a inclusão, por exemplo, de meus amigos cadeirantes em um bloco de Carnaval; foi emocionante” disse a usuária, que esteve acompanhada de seu marido.

Diagnóstico precoce – A campanha Fevereiro Roxo visa conscientizar sobre Alzheimer, fibromialgia e lúpus, doenças crônicas e incuráveis. Neste mês, por meio das mobilizações de profissionais e unidades de saúde, são geradas informações que destacam a importância do diagnóstico precoce.

O Hospital Jean Bitar (HJB) pertence à rede de saúde pública do Governo do Pará. É administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano, em parceria com a Sespa. A unidade presta assistência em média e alta complexidade na área ambulatorial e hospitalar a usuários transgêneros, e em clínica médica e cirúrgica para doenças metabólicas e gastrointestinais.

Serviço: O HJB fica localizado na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, nº 543, no bairro Umarizal, em Belém.

Texto de Marcelo Zeno / Ascom HJB

Fonte: Agência Pará/Foto: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo