quarta-feira, junho 19, 2024
Desde 1876

Representantes do Tik Tok no Brasil promovem capacitação em parceria com a Secom, em Belém

Assessores de comunicação do Governo do Estado, influenciadores digitais e participantes de ações de empreendedorismo promovidas pelas Usinas da Paz, estiveram no Hangar Convenções & Feiras da Amazônia na tarde desta segunda-feira, 10, para uma programação com representantes do Tik Tok – rede social de compartilhamento de vídeos de curta duração – no Brasil, à frente de uma capacitação sobre estratégia de monetização para jovens empreendedores. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom).  

A titular da Secom, Vera Oliveira, enalteceu a importância da parceria que viabilizou o curso. “Como parte de nossa missão na comunicação pública, é super importante levar essa capacitação para pessoas da comunidade que podem usar conhecimento para empreender, além de gerar emprego e renda”, enfatizou a secretária.

Diretora-geral de negócios do Tik Tok para América Latina, Gabriela Comazzetto fez a fala de abertura apresentando números globais do Tik Tok e detalhou algumas estratégias bem sucedidas de anônimos e famosos que utilizaram a plataforma para difundir algum tipo de conteúdo.  

“Todo mundo aqui nessa sala pode ter voz e contar sua história, sua vida. Estamos saindo do comércio por transação para o comércio por comunidade, que influência o que se vai consumir, comprar. E o Tik Tok está no meio dessa transformação, é só ver a quantidade de criadores de conteúdo que nascem no Tik Tok, assim como produtos e serviços”, analisou.

A executiva reforçou esse entendimento, lembrando que hoje as marcas estão convidando a comunidade a co-criar e contar histórias como estratégia de vendas. “As marcas estão criando conteúdo por valores e os criadores estão fazendo a revolução para interações com conteúdo e serviços. Ainda muita gente acha que Tik Tok é plataforma de dancinha, quando, na verdade, entrega todo tipo de conteúdo para todo mundo”, afirmou Gabriela.

Em seguida foi a vez de Beatriz Tolezano, gerente de marketing para pequenas empresas e médias empresas na América Latina para o Tik Tok, seguir com as atividades. Ela iniciou sua apresentação propondo uma visão mais ampla sobre o que se entende por entretenimento. 

“É tudo aquilo que te desperta atenção e que te mantém vendo o vídeo. Então pode ser educacional, informativo, tutorial, e é essa infinidade de conteúdos com tantas histórias legais, tantos vídeos interessantes que viralizam. E isso é benéfico não só para a comunidade, para as pessoas, como também para pequenos negócios que prosperam graças à presença deles na plataforma. Há novas comunidades que se conectam. Então realmente aí é uma oportunidade para entrar em um universo que está crescendo cada vez mais”, declarou, em seguida elogiando a iniciativa da Secom em promover a capacitação. 

“Poder oferecer, proporcionar essa experiência para esse público, acho que é uma oportunidade incrível para todo mundo poder também aproveitar o que há de melhor na plataforma”, reconheceu. 

Artesã dedicada à criação com materiais reaproveitados e recicláveis, Clezilda Nascimento frequenta a UsiPaz da Terra Firme, onde faz cursos e oficinas voltados ao empreendedorismo e também participa de feiras de exposição das peças que produz. Participante da programação no Hangar, ela se disse confiante no conhecimento obtido para melhorar suas condições de divulgação e venda de suas criações.

“Quero aprimorar, levar mais adiante esse trabalho. E poder fazer um curso desse, de graça, é maravilhoso! Ainda mais na minha idade, eu estou encantada de fazer isso aos 66 anos!”, animou-se.

Há dois anos, Ariane Torres cria artigos geeks artesanais. Frequentadora da UsiPaz da Cabanagem, onde também se envolve com atividades ligadas ao empreendedorismo pelo projeto “Artesãs empoderadas”, ela não escondeu a empolgação em poder participar, de forma totalmente gratuita, de uma capacitação com representantes de uma das plataformas mais acessadas do mundo.

“Foi um mundo novo que encontrei na UsiPaz e eu também não sabia que o governo dava tanto auxílio para a gente e nesses aspectos no geral. Entrar no TikTok, sendo algo inovador, e misturar esses dois mundos, é uma coisa bem legal. Eu nem imaginava poder, de repente, fazer um curso, assim, voltado para o TikTok, de graça!”, comemorou.

Grazelle Lopes, aluna do 9º ano da Escola Estadual Monsenhor Azevedo, é frequentadora da Usina da Paz do Guamá e também acompanhou o curso. “A plataforma do Tik Tok ajuda muito com informações, eu sou muito fã, gosto muito de ver os vídeos e acabo usando para me informar das coisas, até faço pesquisa de algumas coisas de escola”, justificou.

Fonte: Agência Pará/Foto: Bruno Cruz/Ag Pará

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo