quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Núcleo de Inteligência da Polícia Civil cumpre 25 mandados por crimes de latrocínio e tráfico

A Polícia Civil do Pará, por meio do Núcleo de Inteligência (NIP), deflagrou nesta sexta-feira (01), a última fase da operação ‘Scraping’, (extração de dados da web), para dar cumprimento a 25 mandados de prisões por crimes de roubo, latrocínio, estupro, tráfico de drogas e homicídios. Equipes dos Núcleos de Apoio à Investigação (NAI) que atuam nos municípios de Castanhal, Capanema e Santarém deram apoio às diligências iniciadas às 6h.

“O resultado positivo é fruto de trabalho investigativo realizado por toda equipe do NIP. Com essas prisões iremos avançar em outras investigações de crimes e garantir mais segurança pública para a população. As investigações continuam com o foco da identificação e localização de outros foragidos e desarticulação de núcleos de grupos criminosos”, contou o delegado-geral, Walter Resende.

Segundo o delegado Temmer Khayat, diretor do NIP, durante as buscas, um homem indiciado por tráfico de drogas é investigado por integrar facção criminosa e ocupar função de destaque, foi encontrado na condição de foragido do sistema penitenciário foi recapturado e está à disposição da Justiça.

“Acrescenta-se que um dos alvos presos em Castanhal, exerce cargo de liderança de uma facção criminosa, sendo responsável pela organização criminosa em uma grande região do Estado”, destacou o delegado.

Balanço – Em Castanhal, três homens foram presos, sendo que um responde por homicídio qualificado e dois por tráfico de drogas. Já em Capanema, nove investigados receberam voz de prisão, na maior parte por homicídio, latrocínio e estupro de vulnerável. Na cidade de Santarém, no oeste do Pará, equipes do NAI prenderam cinco indiciados. Ao todo, 19 mandados judiciais foram cumpridos.

Qualificação – Somente em 2023, mais de 60 policiais civis, entre delegados, investigadores e escrivães de polícia de várias diretorias foram habilitados para novos desafios, fortalecendo as apurações com inteligência investigativa e exatidão.

“Graças ao incentivo da PCPA, conseguimos promover a 5ª edição da capacitação de técnicas de inteligência para o uso de equipamentos, softwares e mecanismos que possibilitam a descoberta, aquisição, preservação e o processamento de informações para realização de investigações qualificadas”, concluiu o gestor da PCPA, Walter Resende.

Fonte: Agência Pará/Foto: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo