sábado, julho 20, 2024
Desde 1876

Operação em Altamira flagra cinco estabelecimentos com suspeita de furto de energia elétrica

Loja de bolos, barbearia, geleira, fazenda e loja de informática foram autuadas.

Nos últimos dias 25, 26 e 27 de março, a operação Relapse – que significa “recaída”, “reincidência” – da Polícia Civil do Pará (PC) encontrou cinco estabelecimentos com suspeita de desvio de energia elétrica em Altamira. Todos os locais autuados eram reincidentes, por isso, esse foi o nome escolhido para a operação. Quatro deles não registravam 100% do consumo.

A barbearia, localizada no bairro da Brasília, desviava 100% do consumo de energia que poderia abastecer aproximadamente 10 casas populares; a loja de informática, localizada no centro de Altamira, desviava energia de alguns equipamentos e o consumo não registrado poderia abastecer aproximadamente 50 casas populares; a loja de bolos, também localizada no centro de Altamira, desviava 100% do consumo de energia elétrica e o que era desviado poderia abastecer, em média, 20 casas populares; a geleira, localizada no bairro Bacana, é um estabelecimento disfarçado de casa com diversos freezers e não registrava 100% do consumo, o que correspondia a 80 casas populares, em média; já a fazenda, que fica na área rural do município, desviava também todo o consumo mensal, que poderia atender, em média, 200 casas populares. O desvio dos 5 estabelecimentos totaliza o consumo de aproximadamente 360 casas populares.

Vale ressaltar que furto de energia é crime, de acordo com o artigo 155, e pode gerar pena de um a quatro anos de reclusão, além de aplicação de multa. A irregularidade pode ser denunciada para o disque denúncia da Polícia Civil, no número 181.

Além disso, a pessoa pode também acionar diretamente a Equatorial Pará, no telefone 0800 091 0196, pelo site www.equatorialenergia.com.br ou presencialmente nas agências.

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo