quarta-feira, abril 17, 2024
Desde 1876

Prefeitura entrega Palacete Pinho restaurado e destina o imóvel histórico à cultura e arte

A preservação da cultura e o incentivo à arte foram reafirmados pela Prefeitura de Belém durante a inauguração da reforma do Palacete Pinho, um dos imóveis históricos da capial paraense, que agora passará a ser uma escola multiartes para estudantes da rede municipal. A cerimônia de inauguração do espaço foi realizada no final da tarde de ontem, quinta-feira, 22.

O prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e fica no bairro da Cidade Velha. O palacete mantém as características arquitetônicas do período denominado Belle Èpoque, do Ciclo da Borracha. Ele possui três andares e foi ocupado pela família do comendador Antônio José de Pinho, responsável por sua construção no ano de 1897.

 A Prefeitura de Belém investiu cerca de R$ 6 milhões na obra de reforma geral do imóvel histórico, que durou um pouco mais de um ano.

O prédio reformado foi entregue pelo prefeito Edmilson Rodrigues, que fez o descerramento da placa de inauguração ao lado da família de Antônio José de Pinho. O prefeito visitou todos os espaços, como a brinquedoteca, o salão principal, as áreas externas com deck e administrativas, além do cinema “Dira Paes”, onde foi exibido um vídeo da atriz agradecendo a homenagem e um teaser sobre a entrega do prédio histórico. Um coral formado por alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semec) se apresentou na cerimônia. 

HOMENAGEM

Edmilson Rodrigues fez o descerramento da placa de inauguração ao lado da família de Antônio José de Pinho. O prefeito visitou todos os espaços, como a brinquedoteca, o salão principal, as áreas externas com deck e administrativas, além do cinema “Dira Paes”, onde foi exibido um vídeo da atriz agradecendo a homenagem e um teaser sobre a entrega do prédio histórico. 

“Esse é mais um prédio histórico reformado pela Prefeitura e com uma destinação importante para os alunos da rede municipal”, ressaltou o prefeito. Ele citou outros imóveis históricos que a atual gestão municipal já reformou, como o Palácio Antônio Lemos, sede da Prefeitura de Belém e do Museu de Arte de Belém (MABE), o prédio que abriga a nova sede do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova (Promabem), e agora o Palacete Pinho, todos localizados no centro histórico de Belém. 

FORMAÇÃO

O Palacete Pinho vai abrigar o Núcleo de Artes, Cultura e Educação (Nace), que hoje funciona no prédio do Centro de Formação de Educadores Paulo Freire. Os alunos das escolas municipais de Belém terão no espaço a oportunidade de aprender música, teatro, dança, cinema e as mais diversas e plurais manifestações artísticas.

A tataraneta de Antônio José de Pinho, Ana Cláudia Pinho, recordou algumas visitas ao prédio quando era criança. “Tinha um piano de cauda, uma mesa grande. Tenho essa recordação, pois vinha aqui quando criança. É uma emoção grande reviver tudo isso e em nome da minha família agradeço à Prefeitura por devolver a Belém parte dessa história e também dar uma destinação tão democrática a este espaço”, afirmou Ana Cláudia.

EDUCAÇÃO

O Palacete Pinho estava sob responsabilidade da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), passando em junho de 2023 para a administração da Secretaria Municipal de Educação (Semec), por meio de decreto do prefeito Edmilson Rodrigues, publicado no Diário Oficial do Município (DOM).

“Nunca Belém teve uma escola municipal de artes. Agora é realidade. Tenho certeza que é o sonho de muitas redes municipais ter uma escola de artes. Belém é privilegiada. Ela vai atender aos alunos, muitos desses que nunca entraram no palacete”, informou a titular da Semec, Araceli Lemos.

Imagem: Agência Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo