quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Remo perde para o Bragantino por 1 a 0 na última rodada do Parazão 2024

De forma melancólica. Foi assim que o Clube do Remo sofreu o segundo revés no Campeonato Paraense de Futebol Profissional, Parazão 2024, ao perder pelo placar de A PROVÍNCIA DO PARÁ de um a zero para o Bragança, jogando na casa do adversário, o Estádio Diogão, em Bragança, a 220 quilômetros de Belém, no nordeste do Pará. O jogo, que teve a cobertura lance a lance da equipe dos titulares do esporte da Super Rádio Marajoara AM-1.130, em cadeia com a Rede Marajoara de Comunicação, A PROVÍNCIA DO PARÁ On-Line, patrocínio do sempre Avistão, 52 anos vendendo na esquina da economia, Senador Manoel Barata com Padre Eutíquio, no coração do centro comercial de Belém. As empresas são do Grupo Carlos Santos, o amigo do povo, se realizou na tarde deste domingo, 03, começando às 15h30.

Apesar da derrota, o Remo é o terceiro colocado na competição e segue para as quartas de finais ao lado do Paysandu, Tuna e Águia de Marabá.

No jogo desta tarde, o Leão Azul esteve sob o comando do auxiliar técnico Mariozinho, que assumiu o posto até que o Remo contrate um novo técnico depois de ter demitido Ricardo Catalá no meio da semana.

Em meio à pressão, O Remo entrou em campo com seis mudanças em relação a time que jogou a partida contra o São Francisco. O auxiliar Mariozinho decidiu mexer na equipe e dar uma rodagem ao elenco, que já entrou em campo classificado, apesar das péssimas repercussões com os últimos resultados que redundaram na demissão de Catalá.

Apesar dessas mudanças, a equipe, mais uma vez, não apresentou um bom futebol e não conseguiu jogar no primeiro tempo. O Leão não conseguiu desenvolver em campo e criou muito pouco, irritando o torcedor que estava no Estádio Diogão. O clube levou perigo apenas em um chute de fora da área com Marco Antônio, que parou na defesa do goleiro Henrique, além de Pavani, que também arriscou e o camisa 1 do Bragantino livrou o Tubarão.

Por seu lado, o Braga teve muitas trocas de passes e com um meio-campo povoado, foi ganhando espaço, tendo a posse de bola, mas também não conseguiu criar oportunidades e chegava basicamente em cruzamentos na área. O vice-artilheiro doo Parazão, Gilerard, era o jogador que levava mais perigo à defensiva azulina.

SEGUNDO TEMPO

No retorno após o intervalo o Remo começou melhor. O Leão teve duas chances de marcar logo no início da partida com o atacante Ribamar. A primeira em um chute de fora, no lado esquerdo e a bola passou raspando. Logo em seguida a bola foi levantada na área e Ribamar cabeceou para a defesa do goleiro Henrique.

Mas quem chegou a gol foi o Bragantino. Após boa jogada do atacante Gileard pela esquerda, a bola foi cruzada na área e o meia Edicleber mandou para a rede, após falha do goleiro e da defesa azulina, 1 a 0 Tubarão aos 17 minutos da segunda etapa.

A partir daí, o Remo se espertou e foi para cima, de forma desordenada. O auxiliar Maiozinho mexeu na equipe colocando Camil, Matheus Anderson, Ronald, Kanu e Renato Alves e o Leão ganhou volume de jogo e quase conseguiu o empate com Marco Antônio, que pegou sobra na entrada da área chutou forte, mas a bola foi para fora.

COMO FICA

Com a derrota o Remo terminou a primeira fase do Parazão com 14 pontos, na terceira colocação e classificado para as oitavas de final. Já o Bragantino encerrou a fase na 8ª posição com 9 pontos e também classificado. Na próxima fase o Rem terá pela frente o Santa Rosa, já o Bragantino encara o Paysandu, em jogos de ida e volta. Datas, horários e locais das partidas serão definidos nesta semana pela Federação Paraense de Futebol (FPF).

Ficha técnica

Local: Estádio Diogão – Bragança (PA)

Data: 03.03.2024

Horário: 15h30

Bragantino

Henrique; Raçudo (Christyan), Mateus Lopes, Rafael Augusto e Venilson Taperaçu; Jhonson; Guili, Bala e Edicleber (André Luís), Gileard e Eric (Charles)

Técnico: Marquinho Taíra (interino)

Remo

Marcelo Rangel; Vidal, Bruno Bispo, Ícaro (Renato Alves) e Raimar; Paulinho Curuá, Pavani (Camilo) e Jaderson (Ronald); Kelivin (Matheus Anjos), Marco Antônio e Ribamar (Kanu)

Técnico: Mariozinho (interino)

Arbitragem

Árbitro: Alexandre Expedito Vieira da Silva Júnior

Arbitragem: Ederson Brito de Albuquerque e Augusto Klemerson mendes Diniz

Imagens: Samara Miranda/Agência Remo

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo