sábado, maio 25, 2024
Desde 1876

Cosanpa destaca importância da qualidade da água na produção do açaí paraense

Antes de chegar à mesa de consumidores de todo o Brasil, a cadeia de produção do açaí tem um elemento comum entre as várias etapas: a água. Na irrigação natural ou mecanizada, a água garante o crescimento das plantações até o período de colheita. Depois, ela é fundamental nos processos de higienização, despolpamento do fruto e até na escolha entre açaí “popular, médio e grosso”.

Todos esses processos de produção e as possibilidades de aproveitamento do fruto podem ser vistos durante a segunda edição do Festival Internacional do Açaí Pará, realizado em Belém, pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), até esta quinta-feira (16).

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) é uma das expositoras no evento com um espaço para a apresentação dos diferentes serviços realizados para garantir a distribuição de água em 52 municípios do Pará, entre eles Igarapé-Miri, considerado a capital mundial do açaí.

Rose Moraes é natural da Igarapé-Miri. A produção de açaí é a principal fonte de sustento da família que, há mais de 30 anos, agrega os conhecimentos tradicionais no cultivo do produto e do alimento.

“O nosso açaí é nativo. Ele está lá para ser cultivado em uma área onde a água entra e sai em cima da terra naturalmente, o que garante um açaí com qualidade. Hoje estamos na entressafra, mas os processos de irrigação ajudam a manter uma produção em muitos pontos”, conta Rose.

Em outro estande do Festival, o representante de vendas, Hélio Queiroz explica a importância da qualidade da água na preparação do açaí para a venda ao consumidor. Ao falar sobre filtros e purificadores, ele acrescenta que a presença destes itens “é chave para o batedor de açaí. Dá confiabilidade ao produto final, mesmo que ele receba uma água com 100% de qualidade”, diz o profissional.

Além de qualidade, a utilização da água também é fator de segurança e saúde para quem consome açaí. A Nutricionista e técnica da Divisão de Produtos da Vigilância Sanitária, da Secretaria de Saúde Pública (Sespa), Dorilea Pantoja faz o alerta “O uso da água é muito importante no preparo de qualquer alimento. No processamento do açaí, ela está na primeira lavagem dos frutos em uma mistura com hipoclorito de sódio, no enxágue, na higienização a 80 graus Celsius que reduz a presença do agente causador da Doença de Chagas entre os frutos, no resfriamento e despolpamento”, explica Dorilea.

Presidente da Cosanpa, José Fenando Mendonça Gomes Junior lembra que a Companhia está presente no Festival Internacional do Açaí Pará, desde a primeira edição, o que reforça o compromisso com investimentos de ampliação do acesso à água de qualidade para a população.

“Mais de 90% do açaí consumido no Brasil é produzido no Pará. Alguns dos principais municípios responsáveis por esta produção são abastecidos com águas que captamos, tratamos e distribuímos. Nosso compromisso é ampliar esses serviços para garantir que a água impulsione a produção desse alimento típico dos paraenses e, claro, a economia local”, detalha José Fernando.

Texto de Marcelo Leite / Ascom Cosanpa

Fonte: Agência Pará/Foto: Rodrigo Pinheiro/Ag Pará

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo