sexta-feira, junho 14, 2024
Desde 1876

Donald Trump se manifesta após morte de missionários no Haiti

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se manifestou após três missionários americanos terem sido assassinados no Haiti. Por meio de sua rede Truth Social, o político lamentou o ocorrido.

– Deus abençoe Davy e Natalie. Que tragédia! O Haiti está totalmente fora de controle. Encontrem os assassinos AGORA – escreveu o republicano.

Os missionários foram mortos por criminosos armados, nesta sexta-feira (24). O crime aconteceu durante um ataque a um orfanato que abriga dezenas de crianças em Lison 49, em Plaine, ao norte da capital do Haiti, Porto Príncipe.

Os missionários foram mortos por criminosos armados, nesta sexta-feira (24). O crime aconteceu durante um ataque a um orfanato que abriga dezenas de crianças em Lison 49, em Plaine, ao norte da capital do Haiti, Porto Príncipe.

O Haiti está em uma espiral de violência com assassinatos, ataques, estupros e sequestros realizados por poderosos grupos armados, uma situação que se agravou desde o final de fevereiro.

Em março, o Departamento de Estado dos EUA emitiu um aviso de viagem pedindo aos cidadãos americanos para que não fossem para o Haiti por causa de suas condições de segurança “imprevisíveis e perigosas”.

O governo interino do Haiti anunciou, na última quarta-feira (22), que estava ampliando o toque de recolher por mais sete dias no departamento oeste, onde fica a capital do país. Um estado de emergência também está em vigor para tentar conter a violência.

Para ajudar a conter a violência no Haiti, que no ano passado causou cerca de 8 mil mortes, uma missão multinacional de segurança liderada pelo Quênia e com aprovação da ONU chegará em breve ao país.

*Com informações da Agência EFE

Fonte: Pleno News/Foto: EFE/EPA/ANGELA WEISS/POOL

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo