quinta-feira, maio 30, 2024
Desde 1876

Hospital Jean Bitar destaca riscos da automedicação para emagrecimento

Nos últimos anos, o Ozempic ganhou destaque como uma opção eficaz no tratamento do diabetes tipo 2, oferecendo promessas de controle glicêmico e perda de peso significativa. No entanto, por trás dos benefícios aparentemente notáveis, existe uma realidade que muitos ignoram: os riscos associados ao uso inadequado deste medicamento. 

Diante deste cenário, a médica endocrinologista, Rafaela Miranda, do Hospital Jean Bitar (HJB), em Belém, alerta sobre a importância de orientação médica, antes do começa de qualquer tratamento com o medicamento, pois sem o acompanhamento de um profissional pode representar uma séria ameaça à saúde do paciente.

Rafaela Miranda explica que Ozempic é o nome comercial de um medicamento chamado semaglutida, que pertence a uma classe de medicamentos chamados agonistas do receptor do peptídeo semelhante ao Glucagon-1 (GLP-1). Esses medicamentos ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue ao estimular a liberação de insulina e reduzir a produção de glucagon pelo corpo. Além disso, eles podem ajudar a reduzir o apetite e promover a perda de peso. É importante usar Ozempic conforme orientado pelo médico, pois é administrado por injeção subcutânea e requer prescrição médica.

Para a médica, o Ozempic é uma excelente medicação que surgiu para otimizar o tratamento do diabetes e obesidade, mas qualquer medicação tem suas indicações e suas contra indicações. “É muito importante que o paciente esteja em acompanhamento médico, para saber se essa medição é adequada para o perfil alimentar dele, se ele tem alguma contra indicação que proíba o uso da medicação, se há necessidade de fazer associação com outras medicações e para que consigamos manejar os efeitos colaterais do remédio. É importante lembrar que não existe remédio milagroso, apesar do Ozempic ficar muito famoso pela potência dele, especialmente em relação a perda de peso. O tratamento medicamentoso é importante, assim como, a motivação para a atividade física e alimentação saudável”, alertou a especialista.

A profissional alerta ainda para alguns riscos . “O paciente talvez não alcance o objetivo desejável, pois pode estar usando uma medicação que não corresponde ao perfil alimentar dele. Além disso, sem o acompanhamento médico, o paciente pode desenvolver carências nutricionais que podem ser manifestas com  alguns sintomas como a fraqueza e indisposição, então é importante que isso seja conversado junto com o profissional, para adequada orientação da ingesta de proteínas e avaliação da necessidade de  suplementar vitaminas pois isso também faz parte do acompanhamento do paciente que faz uso desse tipo de medicação”, concluiu a profissional.

Obesidade – O HJB é referência na realização de cirurgias bariátricas, do “Programa Obesidade Zero”, do Governo do Estado, executado pela equipe multiprofissional da unidade hospitalar.

De janeiro até março deste ano, a equipe multiprofissional já realizou 1.523 consultas ambulatoriais, que servem para que a equipe avalie a saúde do paciente e para que ele esteja preparado para a cirurgia.

Entre os usuários atendidos pelo programa, está a paciente Estefani Gouvêa, que atualmente, encontra-se na fase de pré-operatório e passando com especialistas do HJB para futuramente passar pela cirurgia bariátrica. Ela disse desconhecer o Ozempic, mas não descarta a importância de ter um especialista para orientar os pacientes. “Não sabemos quais os efeitos colaterais ao tomar uma medicação e pode prejudicar ainda mais a nossa saúde. Então é sempre importante ter uma orientação médica”, salientou.

O Hospital Jean Bitar pertence à rede de saúde pública do governo do Pará. É administrado pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano, em parceria com a Sespa. A unidade presta assistência em média e alta complexidade na área ambulatorial e hospitalar a usuários transgêneros, e em clínica médica e cirúrgica para doenças metabólicas e gastrointestinais.

Serviço:               

O HJB fica na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, nº 543, no bairro Umarizal, em Belém.

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo