quinta-feira, julho 18, 2024
Desde 1876

Paysandu perde por 3 a 1 para o Juventude e dá adeus à Copa do Brasil e ao prêmio de mais de R$ 2 milhões

O Paysandu não se saiu bem na noite desta quarta-feira, ao encarar a poderosa equipe do Juventude, do Rio Grande do Sul, jogando na casa do adversário e, assim, deixou de passar para a terceira fase da Copa do Brasil, de cuja competição dá adeus neste ano e também esquece o sonho de abocanhar a fabulosa quantia de mais de R$ 2 milhões que teria direito caso se classificasse. Por sua vez, os gaúchos, que estão na Série A do Campeonato Brasileiro, seguem em frente, com grande estrutura.

O jogo desta noite, lógico teve a cobertura lance a lance da Super Rádio Marajoara AM-1.130, em cadeia com a Rede Marajoara de Comunicação e jornal A Província do Pará , com patrocínio do Avistão, 52 anos vendendo mais barato na esquina da economia (Senador Manoel Barata com Padre Eutíquio, no centro comercial de Belém). As empresas são da holding do Grupo Carlos Santos, o Amigo do Povo.

Somente nos minutos finais da partida, o Papão conseguiu reagir e impor o pânico entre os gaúchos, quando o jogador Vinícius Leite fez o gol de honra da equipe paraense, no placar de A Província do Pará

A partida aconteceu em Caxias do Sul-RS, no Estádio Alfredo Jaconi. Os gols foram marcados por Gilberto (2x) e Lucas Barbosa para os donos da casa. Vinicíus Leite descontou para o Papão.

PRIMEIRO TEMPO

O Paysandu chegou no Rio Grande do Sul com superioridade e causou susto entre os gaúchos, posto que foi a equipe que tomou conta das ações iniciais ao ocupar o campo do adversário. Aos dois minutos, Edinho recuperou a bola próximo à entrada da área e sofreu falta. Era a chance de abrir o placar, mas Jean Dias cobrou na barreira.

Pelo que se observou, a primeira chegada de perigo do Juventude foi aos 15 minutos com Lucas Barbosa, que recebeu passe de Jadson e, no bico da grande área, chutou forte para o gol. A bola passou rente a trave do goleiro Matheus Nogueira.

Aos 22 minutos, o volante Gabriel Bispo perdeu a bola em saída de jogo errada, Gilberto recebeu passe em profundidade de Jean Carlos, saiu na cara do gol de Matheus Nogueira e abriu o placar para o Juventude. Na sequência, o preparador de goleiros do Paysandu, Austrália, foi expulso após reclamar de forma acintosa. O Papão pedia impedimento.

Aos 42 minutos, outra vez Gilberto. Mais uma vez, o atacante do Juventude recebeu lançamento, desta vez de Lucas Barbosa. Com tranquilidade, o camisa 9 chutou na saída do goleiro e marcou seu segundo gol na partida.

No último lance do primeiro tempo, Jean Dias cruzou para a área e o goleiro Gabriel, do Juventude, colocou para escanteio. Este lance foi uma das poucas chegadas da equipe bicolor no 1º tempo.

FASE FINAL

A segunda etapa mal começou e o time gaúcho logo ampliou o placar. Aos quatro minutos, em lance similar aos outros dois gols, Gilberto recebeu passe em profundidade, mas no momento da finalização foi travado. Na sequência, Lucas Barbosa aproveitou a sobra e marcou o terceiro do Juventude.

O Papão reagiu aos 42 minutos com Vinícius Leite e foi um golaço. O camisa 10 bicolor chutou de muito longe, praticamente da intermediária e diminuiu o placar. Lembrou um pouco o tento marcado contra o Remo na reinauguração oficial do Mangueirão, porém de mais longe.

O gol marcado acordou o Paysandu, que passou a agredir mais o adversário e correr atrás do prejuízo, apesar de ter jogado tecnicamente ruim, conforme informações da equipe dos Titulares do Esporte da Super Rádio Marajoara. No minuto 28, na grande área, Esli Garcia cortou para o meio, chutou colocado e a bola passou muito perto da meta do goleiro do time Jaconeiro. O Papão chegou novamente aos 38 minutos com Nicolas, que saiu de cara com goleiro, porém Gabriel fez boa defesa. Em seguida, foi marcado impedimento.

Ficha Técnica

Juventude-RS x Paysandu

Data: 13/03/2024

Hora: 21h30

Local: Estádio Alfredo Jaconi

Juventude-RS

Gabriel; João Lucas, Danilo Boza, Zé Marcos e Alan Ruschel; Caíque (Rodrigo Sam), Jadson e Jean Carlos (Nenê); Lucas Barbosa (Rafael Pinna), Gilberto (Rildo) e Edson Carioca

Técnico: Roger Machado

Paysandu

Matheus Nogueira; Bryan Borges, Carlão, Lucas Maia e Kevyn; Gabriel Bispo (João Vieira), Val Soares (Leandro Vilela), Edinho (Vinícius Leite) e Robinho (Biel); Jean Dias (Esli Garcia) e Nicolas

Técnico: Hélio dos Anjos

Arbitragem

Árbitro: Edina Alves Batista (FIFA-SP)

Assistentes: Fernanda Kruger (FIFA-MT) e Daniel Luis Marques (FIFA-SP)

Imagens: Jorge Luís Totti/Agência Paysandu

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo