segunda-feira, abril 22, 2024
Desde 1876

Dia Mundial de Conscientização do Autismo: o que você precisa saber sobre o TEA

Hoje é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, a data busca lembrar a importância de promover conhecimentos sobre o autismo, bem como sobre as necessidades e os direitos das pessoas autistas.

A data foi estabelecida em 2007 pelas Nações Unidas, desde então esse dia é celebrado como forma de aumentar a conscientização relacionada ao TEA. De acordo com a estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), o país pode ter mais de 2 milhões de pessoas com autismo.

O que é autismo

O autismo é definido como um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por dificuldades de interação social, comunicação e comportamento repetitivos e restritos.

Alguns sintomas

Segundo o quadro clínico, os sintomas podem ser divididos em 3 grupos:

– Ausência completa de qualquer contato interpessoal, incapacidade de aprender a falar, incidência de movimentos estereotipados e repetitivos, deficiência mental;

– O paciente é voltado para si mesmo, não estabelece contato visual com as pessoas nem com o ambiente; consegue falar, mas não usa a fala como ferramenta de comunicação (chega a repetir frases inteiras fora do contexto) e tem comprometimento da compreensão;

– Domínio da linguagem, inteligência normal ou até superior, menor dificuldade de interação social que permite ter uma vida próxima do normal.

Tratamento

O autismo conta com os esquemas de tratamento que devem ser introduzidos logo após o diagnostico a aplicado por equipe multidisciplinar. É recomendado que uma equipe multidisplinar avalie e desenvolva um programa de interação personalizado, pois nenhuma pessoa com autismo é igual a outra.

A psicopedagoga e Terapeuta ABA, Flávia Silva compartilhou dicas de como a família deve agir quando descobre que tem um familiar com o diagnostico de autismo. “Inicialmente procurar ajuda médica para realizar as terapias com os especialistas. Conversar com a família sobre o assunto e dar muito amor e carinho para a criança”, pontuou a psicopedagoga.

Locais especializados para pessoas com autismo no Pará

O Núcleo de Atendimento ao Transtorno do Espectro Autista (Natea), localizado em Belém, é focado na Análise do Comportamento Aplicada (ABA) e em outras evidências científicas, o espaço oferece serviços multiprofissionais que auxiliam no desenvolvimento de pessoas com autismo.

O município de Ananindeua também conta com espaço voltado para atender pacientes com TEA,  o CERTEA – Centro Especializado em Reabilitação e Referência em Transtorno do Espectro Autista, localizado na Avenida Cláudio Sanders, número 1600, no bairro do Maguari.

Saiba mais sobre o assunto no vídeo a seguir:

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo