segunda-feira, junho 17, 2024
Desde 1876

Irmãos Brazão são separados e transferidos de presídio

Os irmãos Chiquinho e Domingos Brazão, presos sob a acusação de serem mandantes do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, foram transferidos de presídio na manhã desta quarta-feira (27). Os dois estavam detidos na Penitenciária Federal de Brasília, mas agora ficarão em regiões distintas do Brasil.

Oficialmente, o Ministério da Justiça e Segurança Pública diz que, por motivos de segurança, os presídios para onde os dois serão transferidos não vão ser divulgados. No entanto, diversos veículos de imprensa já noticiaram que Chiquinho será levado para a Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, enquanto Domingos vai para Porto Velho, em Rondônia.

O terceiro detido na operação realizada no último domingo (24) para prender os envolvidos na morte de Marielle, o delegado Rivaldo Barbosa, será mantido em Brasília.

ANÁLISE NA CCJ É ADIADA
A análise da prisão de Chiquinho Brazão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara foi adiada, nesta terça (26), depois que três deputados – Gilson Marques (Novo-SC), Roberto Duarte (Republicanos-AC) e Fausto Pinato (PP-SP) – pediram vista (mais tempo para examinar o processo). O adiamento provocou bate-boca na comissão.

Mais cedo nesta terça, o relator da prisão de Chiquinho na CCJ, o deputado Darci de Matos (PSD-SC), apresentou parecer concordando com a ordem de detenção emitida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Darci escreveu que são “eloquentes” os indícios de autoria do parlamentar e do irmão dele, Domingos Brazão, no assassinato de Marielle e Anderson

– Adianto que considero correta e necessária a decisão proferida pelo ministro Alexandre de Moraes – afirmou, no documento.

*AE

Fonte: Pleno News/Foto: EFE/ Andre Borges

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo