domingo, maio 19, 2024
Desde 1876

Paysandu abre o marcador, mas acaba cedendo a empate com o Goiás e agora é lanterna da Segundona

O Paysandu decepcionou mais uma vez a Fiel em jogo realizado pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, ao encarar, na noite desta quarta-feira, 15, a equipe do Goiás, no Estádio Leônidas Sodré de Castro, a Curuzu. Os bicolores começaram a partida vencendo, mas acabaram cedendo a um empate em 1 a 1, o que complicou ainda mais a situação da equipe de Hélio dos Anjos que, agora, segura a lanterna da competição, às beiras da Zona de Rebaixamento para a Série C.

O duelo teve a cobertura lance a lance da equipe dos titulares do esporte da Super Rádio Marajoara AM-1.130, em cadeia com a Rede Marajoara de Comunicação, A PROVÍNCIA DO PARÁ On-Line, patrocínio do sempre Avistão, 52 anos vendendo na esquina da economia, Senador Manoel Barata com Padre Eutíquio, no coração do centro comercial de Belém. As empresas são do Grupo Carlos Santos, o amigo do povo.

Nicolas, sempre ele, fez o gol a favor do Papão que sonhava em conquistar sua primeira vitória, mas o sonho foi atropelado por Breno Herculano que, no segundo tempo, marcou para o Belo.

A partida se iniciou às 21h30. Jogo de time grande. A Curuzu estava lotada, todos querendo ver o Papão vencer a equipe goiana, conquistar três pontos e subir para o 15º lugar, mas o projeto não era esse, como se revelou a cada passo do jogo.

Nicolas, ex-Goiás, abriu o marcador de A PROVÍNCIA DO PARÁ, o que levou a Fiel ao delírio. Inclusive, por todo o primeiro tempo, houve avanços do setor de ataque bicolor, porém, a finalização não acontecia. Mesmo assim, até então, estavam garantidos os três pontos. A equipe do Goiás não trazia perigo para a zaga dos donos da casa.

Nos acréscimos, os bicolores tiveram uma baixa, com a expulsão do gramado do jogador Edilson, que entrou de carrinho contra Rafael Gava. É um acidente de futebol? Sim, mas não tem perdão. Cartão vermelho! Decorriam 46 minutos do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

E foi assim, com dez jogadores no gramado, que o Papão voltou do intervalo. Hélio dos Anjos tirou do jogo Esli Garcia e promoveu a estreia de Léo Pereira. O Goiás também promoveu mudanças, mas, fazendo tanta pressão contra os bicolas, acabou também com dez jogadores no gramado. Desta feita, a arbitragem tirou Rafael Gava do jogo, justamente ele, que provocou expulsão na equipe bicolor. Tudo igual nos dois lados.

A situação era dramática, pois a pressão continuou dos dois lados. Notava-se, entretanto, que o Papão estava ficando confuso em campo. Aos 39, Breno Herculano aproveita um ataque de Juninho, dribla e corre livre para empatar a partida. A Curuzu ficou em silêncio, mas o Bicola foi pra cima, fez de tudo, no entanto, não conseguiu reverter a situação. Resultado da partida, 1 a 1 e a incômoda posição de lanterna à equipe paraense que, ano passado, lutou muito para ascender à Segundona do Brasileiro.

Imagem: Jorge Luís Totti/Agência Paysandu

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,700SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo