segunda-feira, junho 24, 2024
Desde 1876

Por decisão unânime, 1ª turma do STF mantém prisão de acusados de mandar matar Marielle

Por unanimidade, a primeira turma do Supremo Tribunal Federal ratificou a determinação do ministro Alexandre de Moraes de prender os três acusados pelo assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.

O último a registrar seu voto no plenário virtual foi o ministro Luiz Fux, cujo posicionamento completo ainda não foi disponibilizado no sistema.

Embora seja altamente improvável que algum ministro altere seu voto após o encerramento do julgamento, o plenário virtual permaneceu aberto até às 23h59 de segunda-feira (25).

Após este prazo, terá início um período de 24 horas para que a secretaria judiciária notifique a Câmara dos Deputados sobre a decisão relativa ao deputado federal Chiquinho Brazão, que foi expulso do União Brasil no domingo passado, após a operação da Polícia Federal.

Conforme previsto pelo Supremo Tribunal, espera-se que isso ocorra até a tarde desta terça-feira. O próximo passo será a convocação de uma sessão no plenário da Câmara para que os parlamentares votem sobre a prisão de Chiquinho. A expectativa é que a Casa ratifique a decisão do STF, necessitando para tal dos votos de pelo menos 257 parlamentares.

Imagem: Agência Brasil

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo