domingo, maio 19, 2024
Desde 1876

Potencial da fruticultura do Pará é tema de painel em evento internacional, em São Paulo

Destaque na produção de frutas como abacaxi, cacau e açaí, e também em citros, principalmente limão e laranja, o Pará mostrará todo o potencial de sua fruticultura na Fruit Attraction (Fruit Atrações São Paulo), uma das maiores feiras de frutas e hortaliças do planeta. Realizada há 15 anos em Madrid, na Espanha, a programação ocorrerá pela primeira vez na América Latina. A partir desta terça-feira (16), até o próximo dia 18, na capital paulista, representantes de mais de 145 países se reunirão para debater e consolidar oportunidades de negócios no segmento.

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), terá um espaço com 10 representantes do segmento de fruticultura. No estande paraense, o público poderá apreciar as típicas frutas da região, como castanha-do-pará e cupuaçu, e aquelas que se destacam nos cenários nacional e internacional, como o açaí.

Pela Sedap participarão, além do secretário Giovanni Queiroz, que estará na abertura do evento, o gerente de Fruticultura, engenheiro agrônomo Geraldo Tavares, que coordenará o painel sobre as frutas amazônicas, com um panorama da fruticultura no Pará. A apresentação será na próxima quarta-feira (17), a partir de 13h30.

Geração de negócios – De acordo com Geraldo Tavares, o Pará, como um dos principais produtores de importantes culturas, não poderia ficar fora de um evento com essa magnitude. A importância da programação, em especial para gerar negócios, também está na oportunidade para divulgar as potencialidades da fruticultura local.

“A Feira se apresenta como uma vitrine para os estados brasileiros produtores de frutas. São mais de 100 compradores internacionais fazendo negócios. E para as empresas paraenses que trabalham com exportação, principalmente, é uma participação importante porque haverá  um grande rol de possíveis negócios sendo feitos, além da divulgação do nome do Estado nesse setor, mostrando realmente quem está produzindo, o que a gente está fazendo”, frisou o gerente de Fruticultura.

Ele explicou que o Pará, como primeiro produtor nacional de importantes culturas – notadamente açaí, abacaxi e cacau, além de grande participação em outras culturas, como limão, castanha-do-pará e cupuaçu -, foi  convidado a participar do evento. “O Estado se apresenta como grande potencial de negócios por ter em seu território mais de 100 agroindústrias registradas para o processamento de frutas diversas”, acrescentou o representante da Sedap.

Destaques – As informações sistematizadas pelo Núcleo de Planejamento e Estatísticas da Sedap (Nuplan), com base em dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a 2022, mostram que o Pará produziu 350 milhões de abacaxis, com destaque para o município de Floresta do Araguaia, no sul do Estado. Com relação ao açaí, a produção foi de 1,6 milhão de toneladas, e de cacau, 146 mil toneladas.

No segmento de citros, o destaque é o limão, com uma produção de 87,88 mil toneladas, o que coloca o Pará como terceiro maior produtor do Brasil, ficando atrás de São Paulo e Minas Gerais. O Pará também é o terceiro maior produtor de coco, que de acordo com o IBGE, foi de 175 milhões de frutos. Os dados do IBGE atestam ainda que o Pará produziu 8.807 toneladas de castanha-do-pará.

Fonte: Agência Pará/Foto: Mateus Costa

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo