sábado, maio 25, 2024
Desde 1876

Prefeitura de Belém e governo federal reafirmam parceria para a COP-30 em visita ao complexo de São Brás

A parceria entre a Prefeitura de Belém e o governo federal foi reafirmada em um grande evento em Belém, nesta terça-feira, 7,  após a assinatura do convênio de cooperação em Brasília, na última segunda-feira, 6, que assegurou o repasse de R$ 350 milhões ao município para projetos de infraestrutura em Belém e que será gerenciado pela gestão municipal. 

O ato foi realizado na parte de trás do Mercado de São Brás, um dos espaços em obra para a Conferência das Organizações das Nações Unidas (COP-30), que receberá investimentos dos recursos do convênio assinado.

Visita – O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, ao lado do presidente da Itaipu Binacional, Enio Verri, visitaram o mercado. Os dois acompanharam o serviço das obras. que já estão mais de 50% concluídas. 

Para o Mercado de São Brás serão destinados R$ 85 milhões, do montante de R$ 350 milhões. O valor vai completar o investimento feito com recursos municipais até agora. “Já estamos com 55% das obras aqui do mercado. Iniciamos com investimentos próprios da gestão municipal e agora temos esse aporte”, explicou o prefeito.

Atualmente, a obra segue em três turnos de trabalho: manhã, tarde e noite. Segundo o diretor-geral da Itaipu Binacional, Enio Verri, o mercado será um símbolo para o mundo. 

“Para nós, do governo federal, esta obra é o símbolo que o mundo vai olhar. Foi discutido ontem, após a reunião em Brasília, que podemos ajudar ainda mais a Prefeitura de Belém na preparação para o evento. Agora, as obras, estão em ritmo acelerado e queremos deixar melhorias para quem mora em Belém”, enfatizou Verri.

Há 35 anos permissionária do Mercado de São Brás, Rosana Martins, de 63 anos, relembrou os anos de abandonado do local, onde atua para tirar o sustento da família. “Passamos anos anteriores com o mercado abandonado, ele foi até privatizado. Mas, agora ele está sendo reformado pela gestão municipal, que está entregando um lugar lindo para Belém”, comemorou.

COP – O prefeito Edmilson Rodrigues ressaltou o empenho de sua gestão para trazer a conferência para a capital paraense. “Belém tem esse privilegio de estar na Amazônia. Saíram notas em jornais nacionais que a COP poderia ser no Rio, São Paulo e em Manaus. Mas, o nosso empenho e do governo federal ajudou a trazer para a Amazônia. Durante minhas reuniões na Frente Nacional dos Prefeitos, consegui trazer apoios importantes para a realização do evento aqui”.

Edmilson Rodrigues também anunciou que Belém vai receber cerca de R$ 130 milhões do governo federal, oriundos de um fundo perdido, e que será destinado para a compra de ônibus elétricos. Além disso, o governo federal vai repassar R$ 134 milhões para as obras da Bacia do Igarapé Mata Fome, completando o investimento municipal na obra de saneamento.

Turismo gastronômico e saneamento

Além do Mercado de São Brás, o complexo do Ver-o-Peso e a requalificação do Igarapé São Joaquim são obras prioritárias para a COP-30. O diretor de projetos da Secretaria Extraordinária da COP-30, Olmo Xavier, também participou da cerimônia e reafirmou o empenho e parceria entre as gestões municipal e federal.

“Temos a COP-30 como uma grande oportunidade de elevar Belém para um outro patamar. Chefes de estado e delegações estrangeiras estarão aqui. O governo federal, junto com a Prefeitura de Belém farão um esforço enorme para realizar um grande evento”.

Texto: Victor Miranda

Fonte: Agência Belém/Foto: Diney Souza/Ag Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo