quinta-feira, maio 30, 2024
Desde 1876

Segunda-feira a Prefeitura de Belém começa a operação de limpeza da capital paraense

Começam na próxima segunda-feira, 15, as operações do novo sistema de limpeza da cidade de Belém, anunciou nesta quinta-feira, 11, a Prefeitura Municipal de Belém, segundo a qual, foram mais de três anos de trabalho em várias frentes, para dar ao município um sistema “à altura das necessidades e bem-estar da população, tudo conectado com o século 21”.

O trabalho começa na segunda-feira com um efetivo total de mais de dois mil trabalhadores e mais de 450 equipamentos, incluindo o recolhimento de resíduos hospitalares. Os 450 equipamentos novos incluem contêineres móveis, caminhões zero Km, patrulhas mecanizadas e roçadeiras, atuando nos períodos diurno e noturno na capital paraense.

Estão previstos serviços de varrição, limpeza, capinagem e roçagem de áreas públicas. Também serão instalados pontos de coleta seletiva, lixeiras e contêineres, principalmente em feiras e parques.

A Varredeira Mecanizada, usada diariamente, atenderá seis setores de noite, limpando mais de 60 km/dia de avenidas. A prefeitura de Belém tem previsão de recolhimento de duas mil toneladas de resíduos por dia neste primeiro mês de atuação do consórcio Ciclus Amazônia.

COLETA DE LIXO

A Coleta seletiva será implantada em toda a cidade, começando pelo distrito de Icoaraci e pelos bairros da Pedreira, Telegrafo, Souza, Marambaia, São Brás, Nazaré, Batista Campos e Umarizal.

Todo plano diretor será executado pela Ciclus Amazônia, sendo minuciosamente acompanhado pela gestão municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saneamento – SESAN.

Para as ações manuais e automáticas de limpeza, a cidade foi dividida em Belém Sul, Belém Norte, ilhas de Outeiro, Cotijuba, Mosqueiro, Combú, Murutucum e Ilha Grande, todas operadas pela Ciclus, criando um padrão único de alto nível de limpeza em todos os bairros e distritos, no centro e nas periferias.

Ao longo dos próximos meses, também serão instaladas lixeiras, ecopontos e contêineres semienterrados para receber os resíduos entregues pela população.

VARRIÇÃO E RECICLÁVEIS

Para o recolhimento de materiais recicláveis, serão instalados ecopontos no bairro da Pedreira e no canal do Tucunduba; os já existentes na São Joaquim e na Avenida Bernardo Sayão serão restaurados.

Será feita a implantação de pontos de entrega voluntária em locais de grande movimentação de pessoas, como as praças da República e Batista Campos, assim como no Portal da Amazônia. Para a coleta destes materiais serão empregados caminhões carroceria tipo gaiola, carroceria Munck e poliguindaste duplo, além de contêineres de volumetria variada entre 240 litros e 5m³.

Os resíduos recicláveis serão encaminhados para as cooperativas de catadores indicadas pela Prefeitura de Belém, por critério social, que estão sendo identificadas a cadastradas através de um diagnóstico a ser elaborado pela Ciclus Amazônia e que comporão o sistema de gestão de resíduos do Município.

No total, serão atendidas mais de 52 feiras livres e mercados municipais de Belém. As feiras da 25 de setembro, do Entroncamento, da 8 de Maio e no Mercado Municipal de Icoaraci, por exemplo, contarão com a instalação de contêineres semienterrados e os já localizados nas feiras da Cremação e da 25 de setembro serão restaurados.

Os eventos ao ar livre também contarão com a utilização de contêineres, caminhões coletores e caminhões pipa para a lavagem desses locais.

Imagem: Agência Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo