sexta-feira, abril 12, 2024
Desde 1876

Semas realiza visita técnica a operações portuárias em Miritituba em Itaituba

Representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) finalizaram, no sábado (30), uma série de visitas técnicas às Estações de Transbordo de Carga (ETCs) no Distrito de Miritituba, localizado em Itaituba, no sudoeste estadual. O propósito da visita foi aprofundar o entendimento sobre o sistema logístico das operações portuárias, para contribuir com o processo de licenciamento ambiental.

Durante a visita realizada nos dias 27 e 28 de março, o secretário Adjunto da Semas Rodolpho Zahluth Bastos foi acompanhado pelo diretor de Licenciamento Ambiental, Marcelo Moreno, e pela coordenadora de Energia, Infraestrutura, Fauna, Aquicultura e Pesca, Ana Beatriz Ramos. Durante a visita, os representantes da Semas conheceram a dinâmica da logística fluvial no corredor Tapajós e as ações socioambientais voltadas à descarbonização da cadeia de transporte utilizada pelas empresas que atuam em Miritituba.

A convite da Associação dos Terminais Portuários e Estações de Transbordo de Cargas da Bacia Amazônica (Amport), a comitiva visitou as ETCs das empresas associadas da Amport, Companhia Norte de Navegação e Portos – Cianport, Hidrovias do Brasil S/A, Navegação Unidas Tapajós – Unitapajós, Cargill Agrícola S/A e Transportes Bertolini Ltda. A equipe da Semas conheceu a operação dessas ETCs, incluindo os pátios de triagem, classificação, seleção de grãos, tombamento de caminhões, armazenagem e embarque das barcaças. 

As ETCs são instalações portuárias situadas fora da área do porto organizado, dedicadas exclusivamente ao transbordo de mercadorias em embarcações de navegação interior ou cabotagem.

A programação incluiu também a visita aos acessos portuários de Santarenzinho, Itapacurá e Miritituba, incluídos na concessão da BR 163, sob licenciamento da Semas.

O diretor presidente da Concessionária Via Brasil, Ricardo Barra, recebeu da equipe da Semas a Licença de Instalação (LI) das obras do novo acesso rodoviário de Miritituba, juntamente com as autorizações complementares, as quais permitirão o início das obras que desviará o tráfego de aproximadamente 1.800 veículos pesados que diariamente trafegam em perímetro urbano, garantido maior segurança às comunidades do distrito de Miritituba.

“Esta visita foi de suma importância para o processo de monitoramento dos avanços implementados pelas empresas associadas da Amport, em constante diálogo com a equipe técnica da Semas. Tivemos a oportunidade de observar de perto toda a logística desenvolvida pelas empresas portuárias de forma intensa, bem como as medidas de descarbonização da cadeia logística do corredor Norte, que a Semas tem exigido. As melhorias perpassam pela cadeia de transporte, reordenamento das estruturas de apoio logístico e diálogo com as comunidades, com visão de sustentabilidade e de futuro”, afirmou Rodolpho Zahluth Bastos, secretário adjunto de Gestão e Regularidade Ambiental da Semas.

Na ocasião, foram apresentados os programas socioambientais desenvolvidos pelas empresas, assim como, as ações direcionadas para o bem estar e segurança da população que reside no entorno dos empreendimentos. A comitiva pode se reunir com lideranças comunitárias na sede da STCP, empresa responsável pelo monitoramento das condições socioambientais das ETCs e ouvir dos moradores de Miritituba os pleitos, necessidades e sugestões para que a associação e as empresas desenvolvam melhorias e/ou novas ações para o distrito.

Ivaneide Lima, do Conselho Gestor de Fiscalização de Investimentos e Empreendimentos no Distrito de Miritituba (Congefimi), destacou que a presença da Semas contribui para a organização das atividades, incentivando a redução dos impactos ambientais. “A presença da Secretaria aqui pode contribuir significativamente para o ordenamento e cumprimento das medidas de mitigação e condicionantes, resultando em menor impacto das atividades. Além disso, o fortalecimento das Unidades Regionais, como a de Itaituba, será importante para intensificar as fiscalizações junto às empresas que operam nessas comunidades”, explicou.

Flávio Acatauassu, presidente da Amport, ressaltou a importância da visita da Semas para o processo de licenciamento ambiental, enfatizando que o diálogo e a participação do órgão em todo o processo tem sido fundamental para o sucesso e sustentabilidade dessa cadeia logística. “A Semas sempre foi uma parceira da Amport. Não podemos estabelecer nem crescer sem esse olhar atento e cuidadoso com o meio ambiente e a sustentabilidade. Portanto, a visita da equipe da Semas aqui em Miritituba, para conhecer todas as nossas instalações portuárias, desde a chegada do caminhão até o embarque, proporcionou uma visão holística do sistema. Percebemos que em todas as empresas, as práticas de sustentabilidade são as mesmas, colaborando assim com o processo de licenciamento ambiental”, disse.

Fonte: Agência Pará/Foto: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo