quarta-feira, junho 19, 2024
Desde 1876

Conselho Estadual sobre Drogas avalia fiscalizações e as ações educativas

O Conselho Estadual sobre Drogas (Coned), vinculado à Secretaria de Estado de Justiça (Seju), realizou reunião ordinária, na terça-feira (28), para relatar as visitas fiscalizatórias a comunidades terapêuticas em dez municípios paraenses e conhecer o projeto do Guia de Referência de Escuta Ativa Restaurativa como metodologia de ações educativas de prevenção ao uso de drogas. Além disso, o encontro também deliberou sobre a programação da Semana Paraense de Prevenção ao Uso de Drogas, a ser realizada de 20 a 26 de junho.

Os relatórios técnicos de fiscalização foram apresentados pelos conselheiros que realizaram as visitas nas comunidades indicadas a partir de denúncias encaminhadas ou por deliberação do próprio conselho. Em cada localidade foram observados fatores como infraestrutura, equipe profissional, parâmetros de tratamento, entre outros. A partir dos relatos, os conselheiros deliberaram sobre as próximas etapas a serem realizadas nas ações fiscalizatórias.

Guia de referência – ao falar sobre ações educativas, a diretora de Justiça da Seju, Renata Hage, explicou aos membros do conselho sobre a proposta do Guia de Referência de Escuta Ativa Restaurativa. “A ideia é entregar algo que seja utilizado não apenas nas atividades da Secretaria de Justiça, mas também de forma intersetorial pelos órgãos atuantes na área. E, para isso, é preciso que seja algo além de ações pontuais como palestras aos alunos, mas que seja uma política de prevenção contínua nas escolas”.

Em seguida, a técnica de projetos estratégicos da Coordenadoria de Prevenção, Tratamento e Redução de Danos de Consumo de Drogas (Cenpren), Márcia Marques, apresentou os fundamentos e aplicação da Escuta Ativa Restaurativa, observando que se trata de um processo em desenvolvimento e aperfeiçoados a partir das ações realizadas pela Seju em escolas públicas.

A metodologia tem abordagem centrada nos jovens atendidos nas ações de prevenção às drogas, partindo da compreensão de suas necessidade emocionais, do reconhecimento e responsabilização por consequências de suas atitudes e do diálogo construtivo e resolução pacífica de conflitos.

No encerramento da reunião, os conselheiros definiram a programação da Semana Paraense de Prevenção ao Uso de Drogas 2024, organizada pela Seju, em parceria com diversos órgãos. O evento prevê atividades educativas, nos campos cultural e social, que permitam informar e reforçar à sociedade sobre os danos causados pelo uso de entorpecentes químicos ilícitos. 

Fonte: Agência Pará/Foto: NCS/Seju

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo