quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Caminhada Down sai às ruas com apoio da Prefeitura de Belém por garantia de direitos e combate ao preconceito

“Não tem espaço para preconceito em Belém. Nós podemos fazer tudo”. A fala é de André Borges, pessoa com Down e um dos fundadores da Caminha Down, que este ano completa uma década. Ele e outras centenas de pessoas participaram na manhã deste domingo, 24, para chamar a atenção da população da capital paraense.

A praça Batista Campos foi o ponto de partida para a 10° Caminha Down Belém, que saiu pelas ruas da cidade, com apoio da Prefeitura de Belém, pedindo por inclusão e respeito às pessoas que vivem com a síndrome de Down. Com o tema “Chega de estereótipos. Abaixo o capitalismo!”, a caminhada reuniu pessoas com Down de todas as idades, familiares e amigos. O evento ocorreu em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, lembrado anualmente no dia 21 de março. 

O estudante Maurício Ribeiro fez questão de acompanhar na caminhada o irmão Marcelo, pessoa com Down. “É uma sensação maravilhosa participar desse momento que prestamos solidariedade a essas pessoas e as lutas que travam diariamente na sociedade. Espero que a cada dia mais os direitos delas sejam respeitados”, ressaltou o Manurício. 

O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, mais uma vez participou da caminhada, ao lado dos dos servidores do Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie) da Prefeitura de Belém, reforçando o apoio da administração municipal à causa e reafirmar o compromisso da atual gestão em garantir políticas de inclusão a todos os grupos sociais de Belém. 

“Entender que as pessoas com síndrome de Down podem tudo é fundamental, porque pensando dessa forma é possível romper com o preconceito e garantir os direitos e cidadania plena das pessoas Down. A importância dessa caminhada, que já é uma tradição, é importante para mobilizar os moradores de Belém fazerem parte também dessa luta”, explicou o prefeito Edmilson Rodrigues. 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Prefeitura presta apoio a Caminhada Down de Belém com infraestrutura e participação de órgãos públicos, como a Guarda Municipal, para garantir segurança ao longo da ação de mobilização.

Segundo Andréia Miranda, que faz parte da organização da caminhada, “esse apoio da Prefeitura é muito importante, porque muitos jovens Down são artistas e precisamos de uma estrutura de palco, som e rua fechada para as nossas manifestações artísticas, mostrarmos os nossos talentos”.

Texto: Fabricio Lopes

Fonte: Agência Belém/Foto: Amarilis Marisa/Ag Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo