sexta-feira, maio 24, 2024
Desde 1876

Delegação colombiana conhece em Belém êxito do Pará na produção de açaí

A convite da organização do Festival Internacional Açaí Pará, realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca -Sedap, a delegação colombiana, composta por 25 representantes, entre autoridades, técnicos e produtores, está conhecendo o processo de produção da cadeia do açaí, com o objetivo de compartilhar conhecimentos e aprender com o êxito da atuação do Pará, maior produtor do fruto no Brasil. Como parte da programação do evento, a delegação visitou nesta terça-feira, 14,  uma agroindústria de processamento do fruto no Distrito Industrial de Icoaraci (em Belém), e um ponto de venda de açaí, para acompanhar o processo feito pelo batedor local e conferir como o produto é vendido ao consumidor.

Segundo Walmour Rodrigues, assessor técnico da Diretoria de Feiras e Mercados da Sedap, o objetivo é mostrar aos colombianos todo o processo de produção do açaí e firmar a parceria internacional. “A Colômbia não tem a nossa cultura ainda. Eles vieram fazer um termo de cooperação técnica, para trocar com nossos técnicos da Sedap, e justamente montar a agroindústria na Colômbia”, informou o assessor.

O governador de Putumayo, Departamento da Colômbia, Carlos Andrés Marroquín, disse que quer replicar a experiência do Pará na Colômbia. “Queremos aplicar o que vocês fazem aqui no Pará com o açaí lá em Putumayo. Sabemos que o açaí também pode ser um produto importante lá. Estamos muito agradecidos com o Brasil por sua amabilidade, por nos receber e por nos ensinar, para que possamos aplicar essa tecnologia na Colômbia”, ressaltou Carlos Andrés Marroquín.

Segundo o embaixador da Colômbia no Brasil, Guillermo Rivera Flórez, a delegação está aprendendo muito com o intercâmbio em terras paraenses. “Os governadores e os prefeitos estão aprendendo muito. Eles têm cultivos na Colômbia, mas não têm uma indústria como a do Pará. É muito importante eles olharem como funciona a relação industrial com os produtores”, avaliou.

PRODUÇÃO IN LOCO

Na visita a um ponto de comercialização, a comitiva viu de perto o processo de tratamento do fruto para a venda. O batedor Edilson Alves da Silva, trabalha há quase 40 anos com o produto. Ele conta que começou pequeno, foi crescendo e se atualizando, e hoje sustenta a família com a produção de açaí.

“A gente começou, como a minha esposa fala, numa barraca de 3 x 4, mais ou menos. Hoje, a família toda trabalha com açaí. Temos dois filhos, uma de 18 anos e um rapaz de 16 anos. Toda a criação deles depende desse empreendimento. Aqui, nós vendemos açaí e oferecemos também o produto para consumo no restaurante”, contou Edilson.

A delegação prossegue até o dia 16 (sexta-feira), com uma extensa agenda de reuniões e eventos destinados a ampliar o diálogo sobre interesses em cooperação e aproximação entre o Pará, o Departamento de Putumayo e o Consórcio da Amazônia Legal com a Colômbia. 

PROGRAMAÇÃO

O Festival Internacional Açaí Pará ocorre no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, nos dias 14 e 15 (terça e quarta-feira), com programação aberta à visitação a mais de 95 estandes.

A abertura oficial, com a participação de autoridades locais, será às 18h desta terça. O encerramento será no dia 16 (quinta-feira) no Porto do Açaí, no bairro do Jurunas, com a oferta ao público do tradicional peixe frito com açaí.

Imagem: Nazaré Sarmento/Ronabar

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo