sábado, julho 20, 2024
Desde 1876

Governo do Pará participa de reunião do G20 em Belém

Belém recebe nesta quinta-feira, 11, e sexta-feira, 12, a reunião da Força-Tarefa do G20 para uma Mobilização Global contra a Mudança do Clima (TF CLIMA). O evento será realizado no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, e contará com representantes dos países mais desenvolvidos do planeta, além de especialistas e convidados.

Esta é a terceira reunião da força-tarefa para mobilização contra a mudança do clima do G20. Após a reunião em Belém ainda haverá um quarto encontro, no Rio de Janeiro (RJ), que vai gerar um documento com o consenso dos delegados representantes dos países participantes do G20 e países convidados para propor alternativas para evitar que o aquecimento global do planeta seja superior a 1,5 ° Celsius. Desta forma, o debate realizado em Belém é fundamental para o andamento das negociações antes da reunião final.

A reunião do G20 é mais um evento que coloca Belém como sede de importantes debates climáticos, visto que em 2025 a capital paraense será a sede da COP 30 – um evento realizado pela ONU que reúne líderes mundiais, especialistas e ativistas para discutir o futuro do planeta através do combate às mudanças climáticas.

G20 – é o grupo composto pelos 19 países mais ricos do planeta, além da União Europeia e da União Africana. Atualmente presidido pelo Brasil, que assumiu a liderança do grupo em 1º de dezembro de 2023 pelo período de um ano, o G20 tem três prioridades: combater a fome, pobreza e desigualdades; as três dimensões do desenvolvimento sustentável (econômica, social e ambiental); e a reforma das instituições de governança global.

A Força-Tarefa para Mobilização Global contra a Mudança do Clima (ou “TF-CLIMA”) é uma das novidades apresentadas pelo Brasil durante a sua presidência no G20. A TF-CLIMA tem como objetivo propor mudanças sistêmicas necessárias para evitar o aumento de temperatura além do 1.5º C. Conter esse aumento é fundamental para evitar os impactos mais nocivos do aquecimento global.

A Força-Tarefa dá especial ênfase às questões econômicas e financeiras ligadas ao enfrentamento da mudança do clima – peça central no aumento progressivo de ambição pelos países, conforme previsto no Acordo de Paris

A partir desse diagnóstico, a TF Clima tem três objetivos principais: Fazer uma síntese estratégica de todas as discussões em curso no G20 sobre mudança do clima; Avançar planos nacionais de transição energética e transformação ecológica que permitam aos países do G20 e outros, especialmente os países em desenvolvimento, cumprir seus compromissos internacionais de conter o aquecimento global e perseguir seus objetivos de desenvolvimento sustentável; e discutir como alavancar financiamento público e privado para o combate à mudança do clima, em paralelo às discussões sobre financiamento que ocorrem no âmbito da Convenção-Quadro da ONU sobre Mudança do Clima, cuja 30ª reunião acontecerá em Belém, em 2025. Além dos três objetivos, a TF Clima inovou, ao compor um grupo de especialistas independentes. São 12 participantes, em sua maioria economistas, com equidade de gênero e representação geográfica diversa, que apresentarão um relatório sobre os temas em discussão na TF CLIMA. Essa relatório servirá para complementar e informar as discussões entre os representantes governamentais do G20. O grupo é co-presidido pelas economistas Mariana Mazzucato e Vera Songwe, com coordenação do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP).

Imagem: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo