quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Hospital Municipal e a UPA promoveram cerca de 20 treinamentos para os colaboradores

Com o objetivo de fortalecer e aprimorar a equipe multiprofissional, durante o período de janeiro e 14 de março de 2024, mais de 400 colaboradores da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas e do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) participaram ativamente de cerca de 20 treinamentos abrangendo uma variedade de temas, desde saúde mental até planos de atendimento emergencial e higienização das mãos.

Na última quinta-feira, profissionais da UPA e HMS participaram de um treinamento focado na classificação de risco, seguindo o Protocolo de Manchester. O evento, ralizado no auditório do hospital municipal, foi  organizado pela gestão da UPA, reuniu mais de 30 profissionais com o objetivo de aprimorar a precisão dos atendimentos. O Enfermeiro Mestre Renê Pimentel, docente da Universidade do Estado do Pará, com ampla experiência em urgência e emergência, foi o responsável pela capacitação e destacou a importância dessa iniciativa para elevar a qualidade dos serviços oferecidos.

“Esse treinamento demonstra o compromisso da gestão em fortalecer o conhecimento da equipe multiprofissional, com o objetivo de aprimorar a qualidade dos serviços de saúde no Hospital Municipal e na UPA 24 Horas. Ele capacita os colaboradores a aplicar técnicas de classificação de risco de forma humanizada, priorizando os casos mais graves, alinhando-se aos objetivos do Programa Nacional de Humanização e da própria capacitação.”

O Protocolo de Manchester é um sistema de classificação de risco amplamente utilizado em serviços de urgência e emergência. Ele tem como objetivo priorizar os atendimentos com base na gravidade dos casos, permitindo uma triagem eficiente e direcionando os recursos para os pacientes que necessitam de cuidados imediatos. Ao adotar esse protocolo, as unidades de saúde buscam garantir uma abordagem mais ágil e precisa, contribuindo para a melhoria da qualidade do atendimento e para a segurança dos pacientes.

Entre os treinamentos realizados está o de Hemorragia Pós-Parto: Prevenção e Tratamento, voltado aos profissionais do HMS e da Maternidade Sagrada Família, focando em atualizar e aprimorar as habilidades no manejo dessa condição crítica.

Outro treinamento voltado para melhoria e otimização  dos atendimentos foi o de Política de Gestão de Pessoas: Cultura da Qualidade/Fluxos e Rotinas, reunindo 30 servidores de diversas áreas do HMS/PSM e UPA. Este treinamento enfatizou aspectos vitais da gestão hospitalar e segurança do paciente, demonstrando a importância da integração e atualização contínua nas práticas administrativas e assistenciais. Na ocasião, o Núcleo de Segurança do Paciente apresentou o Plano de Segurança do Paciente para 2024, delineando atividades ao longo do ano e entregando a pasta de gestão aos gestores como ferramenta crucial. Além disso, foi implementada a “Pasta Estratégica” para os protocolos de metas de segurança, incluindo manuais e documentos estratégicos das unidades.

“Esta abordagem visa garantir que todos os servidores tenham acessibilidade aos documentos essenciais e destaca a importância da integração do Núcleo de Segurança do Paciente com toda a equipe de saúde”, destacou a  enfermeira da Qualidade, Paloma Aguiar.

O HMS e a UPA têm implementado diversas melhorias significativas, incluindo a adoção de protocolos de segurança do paciente e o fortalecimento da comunicação entre os profissionais de saúde. Essas iniciativas visam garantir um serviço mais eficiente e adequado, capacitando toda a equipe para realizar classificações e atendimentos qualificados aos usuários que buscam assistência nessas unidades.

Imagens: Agência Santarém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo