segunda-feira, junho 24, 2024
Desde 1876

Índia indeniza turista brasileira vítima de estupro coletivo

O casal de turistas brasileiros atacado na Índia recebeu um cheque de 1 milhão de rúpias (R$ 59,7 mil na cotação atual) como indenização nesta segunda-feira (4), dias após a mulher ter sido vítima de um estupro coletivo enquanto o marido era severamente espancado.

– Demos uma indenização de 1 milhão de rúpias ao marido. Estamos conduzindo uma investigação minuciosa e tentaremos garantir um julgamento e uma condenação rápidos – disse à imprensa Anjaneyulu Dodde, vice-comissário do distrito de Dumka, no estado de Jharkhand, no norte do país, onde ocorreu o ataque.

A entrega da indenização ocorreu na “casa segura” do governo, para onde os dois viajantes, a brasileira naturalizada espanhola e o espanhol, foram levados na noite do último sábado (2).

– Muito obrigado ao governo de Jharkhand, a polícia está investigando muito rapidamente, três ou quatro pessoas foram presas – comentou o marido da mulher estuprada ao receber, nesta segunda, o pedido de desculpas de Dodde pelo ataque brutal.

O casal, que há meses tem viajado por países asiáticos, havia montado uma barraca perto de uma delegacia de polícia no distrito de Dumka, para passar a noite da última sexta (1°), quando foi atacado por um grupo de homens por volta da meia-noite, disseram fontes oficiais à Agência EFE.

Ambos permanecem em Dumka enquanto a investigação prossegue e a polícia continua a procurar os envolvidos na agressão e no estupro coletivo, estimados entre oito e dez pessoas. Até o momento, só foi confirmada a prisão de três dos envolvidos que, de acordo com a polícia, admitiram os atos, embora as autoridades não tenham especificado quais foram os crimes.

A lei prevê penas severas para o estupro, a maioria das quais sem fiança. De acordo com o código penal indiano, o estupro é punível com pelo menos dez anos de prisão e o estupro coletivo com até prisão perpétua.

Os dois viajantes planejam deixar a Índia nesta terça (5) de motocicleta e viajar para o Nepal, de onde voarão para a Espanha.

*EFE

Fonte: Pleno News/ Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo