quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Remo empata com o São Francisco e Ricardo Catalá é demitido pela diretoria azulina

Foi uma verdadeira noite de terror no Estádio Evandro Almeida, o Baenão. Um Clube do Remo irreconhecível, desencontrado, sem finalizações, com um clima pesado e uma torcida que, a todo instante, se revoltava mais e mais em não ver resultados depois de tantos treinamentos e ainda azeda com a saída precoce do time na primeira fase da Copa do Brasil, em Roraima. O Leão Azul, na noite chuvosa desta quarta-feira, 28, encarou o Leão de Santarém, o São Francisco, em partida válida pela sexta rodada do campeonato Paraense de Futebol Profissional, que se encerrou com um ponto para cada um, de vez que as equipes empataram em 1 a 1.

O resultado, que já era esperado, aconteceu. A diretoria azulina demitiu, há poucos instantes, o técnico Ricardo Catalá. O Clube do Remo agradeceu o profissionalismo, a honestidade e a dedicação do técnico, mas ponderou que a situação era insustentável. Agora, o Leão está à procura, no mercado, de um novo treinador para seguir na temporada, que ainda tem o Brasileirão da Série C e a Copa Verde.

Na noite de hoje, o Remo buscava alcançar a liderança do Parazão. A partida, lógico, teve a transmissão lance a lance da Super Rádio Marajoara AM-1.130, em cadeia com a Rede Marajoara de Comunicação e jornal A Província do Pará, com patrocínio do Avisão, 52 anos vendendo mais barato na esquina da economia (Senador Manoel Barata com Padre Eutíquio, no centro comercial de Belém). As empresas são da holding do Grupo Carlos Santos, o Amigo do Povo.

Ricardo Catalá, 41 anos, deixa o Clube do Remo com apenas 55% de aproveitamento e sem nenhum título. Quando a partida se encerrou, ele deixou o campo de forma melancólica, solitário.

No jogo da noite de hoje, o Remo repetiu erros defensivos, sofreu um gol aos 8 minutos do primeiro tempo e não conseguiu buscar ao menos o empate, que já garantiria a classificação e a cota de R$ 945 mil. A partida terminou 1 a 0 para o Porto Velho, de Rondônia – Estado que até então nunca havia tudo um representante na segunda fase da Copa do Brasil. Para o Fenômeno Azul, foi um acinte.

NÚMEROS

  • Ricardo Catalá teve, no Remo, quatro derrotas, 30 gols marcados, 15 sofridos e as disputas daSérie C 2023, Parazão e Copa do Brasil 2024.

COTAÇÕES

Estão sendo cogitados, nos bastidores da Toca do Leão, os nomes dos treinadores Adílson Batista, Paulo Bonamigo, Dado Cavalcanti, Jorginho, Lisca e Mazola Júnior.

PANORAMA

O São Francisco segue na lanterna, com riscos de rebaixamento para a Segundinha. O Clube do Remo está com situação complicada, agora com 14 pontos, longe da liderança do Parazão.

Ficha técnica

Clube do Remo x São Francisco

Campeonato Paraense – 6ª rodada

Data: quarta-feira (28)

Hora: 20h

Local: Estádio Evandro Almeida, o Baenão

Clube do Remo

Marcelo Rangel, Thalys, Ligger, Ícaro, Nathan, Henrique, Jaderson, Camilo, Felipinho, Marco Antônio, Ribamar

Técnico: Ricardo Catalá

São Francisco

Gustavo Chaves, Ramonzinho, Bruno Costa, Erik, Negueba, Camilo, Mauro Ajuruteua, Diego Borges, John Kennedy, André Rosa, Darilson PH

Técnico: Samuel Cândido

Imagem: Samara Miranda/Agência Remo

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo