segunda-feira, junho 17, 2024
Desde 1876

Bole-Bole e Império Pedreirense dividem o título do carnaval 2024 de Belém

O Carnaval 2024, promovido pela Prefeitura de Belém, teve um resultado inédito com duas escolas dividindo o título: a Associação Carnavalesca Bole-Bole, do bairro do Guamá, e a Embaixada de Samba Império Pedreirense, do bairro da Pedreira.

Foram quase duas horas de tensão durante a apuração, realizada no último andar da Aldeia Cabana, no início da noite desta quarta-feira, 6. Ponto por ponto, os representantes das agremiações comemoravam ou se preocupavam com a nota de cada um dos 10 quesitos: alegoria, bateria, comissão de frente, enredo, evolução, fantasia, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira, porta-estandarte e samba-enredo.

Com 199,8 pontos, a Bole-Bole e a Império Pedreirense foram confirmadas como campeãs do carnaval 2024, com o título do desfile de Belém sendo dividido pela primeira vez na história. As duas agremiações empataram em pontos e em todos os critérios de desempate.

Com o enredo “Juriê – A Fantástica Energia da Amazonia Paraoara”, a escola Bole-Bole se sagra bicampeã do carnaval (conquistou o título também em 2023), totalizando cinco títulos na história.

“Somos bicampeões do carnaval. Esse título é dedicado a toda a comunidade guamaense”, comemorou Danilo Vetinho, diretor da escola.

Já do lado da Império Pedreirense, a comemoração também era eufórica. A escola não conquistava um título há 20 anos. Com o enredo “Em Belém de Nazaré tem Reza, Batuque e Samba no Pé”, a escola comemora o sétimo título na história. 

“Trabalho árduo, difícil. Foram mais de duas semanas dormindo dentro de barracão para construir as alegorias da escola. É só felicidade”, celebrou Paulo Roberto, presidente da Império.

TORCIDA

Na pista da avenida Pedro Miranda, a festa era das torcidas. Integrante da bateria da Bole-Bole há 12 anos, Tiago Melo, de 27 anos, comemorou bastante. “É uma mistura de emoções. Campeão mais uma vez, não importa se é dividido”.

Ritmista da Império Pedreirense, Renata Melo, de 25 anos, não parava de celebrar. “Só a gente sabe o que passamos esses anos para chegar aqui. Fazer parte dessa escola é tudo”.

A Acadêmicos da Pedreira ficou com a segunda posição e a Quem São Eles com terceira posição. As agremiações Matinha, Xodó da Nega e Os Colobris foram rebaixadas para o grupo de acesso.

CARNAVAL DIFERENCIADO

A presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Inês Silveira, destacou o empenho da Prefeitura na promoção do desfile e a parceria com a Liga das Escolas Associadas de Belém (ESA).

“A Prefeitura fez um carnaval incrível, não mediu esforços para fazer essa festa. É um olhar da gestão para a cultura popular. Foi uma gestão compartilhada do carnaval”, ressaltou Inês.

COLOCAÇÕES:

1 – Bole-Bole

1 – Império Pedreirense

2 – Acadêmicos da Pedreira

3 – Quem São Eles

4 – Rancho Não Posso me Amofiná

5 – Deixa Falar

6 – Boêmios da Vila Famosa

7 – Piratas da Batucada

8 – Xodó da Nega

9 – Matinha

10 – Os Colibris

Imagem: Agência Belém

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo