sábado, abril 13, 2024
Desde 1876

Ex de Marielle critica anúncio de Lewandowski: “Espetáculo”

A vereadora Monica Benicio (PSOL-RJ), que era companheira de Marielle Franco, teceu críticas ao anúncio do ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, sobre a homologação da delação premiada concedida pelo ex-policial militar Ronie Lessa, no inquérito que apura o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e de seu motorista.

Em um longo texto publicado na rede social X, nesta terça-feira (19), Mônica chamou o anúncio de Lewandowski de um “espetáculo”.

– Esse pronunciamento do ministro em nada colabora com a esperança, apenas aumenta as especulações e uma disputa de protagonismo político que não honram as duas pessoas assassinadas – escreveu.

– Transformar os fatos deste caso num espetáculo já virou prática corriqueira de diversos veículos de imprensa, contra a qual tenho lutado duramente – disse em outro trecho.

A vereadora apontou também que o discurso do ministro sobre o caso foi vazio.

– O que me causou surpresa, realmente, foi ver um ministro de Estado agir do mesmo modo, em especial, com o fechamento vazio de seu pronunciamento, ao dizer “brevemente pensamos que teremos resultados concretos” – afirmou.

– Queremos respostas concretas. Espero que a próxima coletiva convocada seja para fazer um pronunciamento de ordem concreta e realmente comprometida com a justiça – finalizou.

O ANÚNCIO DE LEWANDOWSKI
O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, anunciou, nesta terça-feira (19), que o Supremo Tribunal Federal (STF) homologou delação premiada concedida pelo ex-policial militar Ronie Lessa no inquérito que apura o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e de seu motorista Anderson Gomes. O ato de homologação foi referendado pelo relator do caso no STF, o ministro Alexandre de Moraes.

– A colaboração premiada tramita em segredo de Justiça, obviamente este ministro não teve acesso a ela, como é evidente, mas nós sabemos que esta colaboração premiada, que é um meio de obtenção de provas, traz elementos importantíssimos que nos leva a crer que brevemente teremos a solução do assassinato da vereadora Marielle Franco – disse Lewandowski.

Segundo o ministro, a elucidação do caso está próxima. Ele ainda elogiou o trabalho da Polícia Federal (PF), que assumiu a investigação do caso em fevereiro do ano passado. O inquérito teve início no Ministério Público do Rio de Janeiro, mas, em cinco anos de tramitação, não produziu avanços significativos.

Fonte: PLeno News/Foto: Reprodução/YouTube Rede TVT

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo