segunda-feira, junho 17, 2024
Desde 1876

UPA 24 horas atende mais de 120 pacientes vítimas de animais peçonhentos

Médico infectologista ressalta a importância dos primeiros socorros em casos de acidentes com animais peçonhentos, especialmente durante o inverno amazônico. Segundo dados do setor epidemiológico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, de 1º de janeiro a 28 de fevereiro de 2024, a unidade atendeu 122 pacientes após esses incidentes. As picadas de cobras foram as mais comuns, totalizando 57 casos, seguidas por incidentes com escorpiões, que somaram 54 casos. Além disso, em fevereiro, houve registros de acidentes envolvendo lacraus, abelhas, marimbondos, potós, arraias e aranhas.

O médico infectologista Dr. João Assy, que atua no Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS), destaca que estamos no período sazonal desses acidentes. “Nessa época do ano, quando começa o inverno amazônico, notamos um aumento significativo de acidentes com animais peçonhentos, especialmente com as cobras em Santarém e região. Entre essas [cobras] a maioria são as botrópricas como a comboia, jararaca, jararaca-do-norte, ela tem diversos nomes a depender da região, e a cascavel, que acontece bem menos comumente na região”, enfatizou.

Dentre as recomendações do Dr. João Assy, destacam-se:

  • Após o acidente, é fundamental lavar bem o local com água e sabão para evitar infecções secundárias, pois o maior risco de complicação é essa infecção;
  • A vítima deve evitar métodos como aplicação de substâncias caseiras, fazer garrote ou sucção do veneno, pois isso pode aumentar o risco de complicações;
  • A identificação precisa do animal causador do acidente é crucial para um tratamento eficaz, uma vez que existe soro específico para cada tipo de veneno;
  •  É desaconselhável tentar capturar ou matar o animal, sugerindo em vez disso a captura de imagens ou uma descrição detalhada para facilitar a escolha do antídoto adequado;
  •  Recomenda-se também utilizar sapatos fechados e calças ao ir para áreas de mata;
  • Em situações de picadas ou acidentes com animais peçonhentos, é vital procurar a unidade de saúde mais próxima o mais rápido possível.

O pequeno João Lucas, de 8 anos de idade,  morador da comunidade Prainha do Maró, foi transferido para realizar tratamento no HMS após um encontro indesejado com uma cobra surucucu. A mãe dele, Dona Luci Martins, relatou o acidente.

“Ele estava voltando para casa depois de um banho no rio com seu tio quando a cobra atacou o pé dele no caminho para casa. Procuramos imediatamente uma UBS na comunidade vizinha  e dali chamaram um avião para trazer ele pra cá. Ele já está bem melhor”, enfatizou.

A UPA 24 horas desempenha um papel crucial no sistema de saúde de Santarém, devido à sua alta rotatividade de atendimento. Apenas em 2023, a Unidade prestou assistência a um total de 134.325 pacientes, com o mês de março registrando a maior demanda, acolhendo 14.308 pacientes, seguido por abril com 13.140 atendimentos.

Imagem: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo