quarta-feira, maio 29, 2024
Desde 1876

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 95 bi em ajuda para Ucrânia e Israel

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, controlada pelo Partido Republicano, aprovou ontrem, sábado, 20, com amplo apoio bipartidário, um pacote legislativo de 95 bilhões de dólares que fornece assistência de segurança à Ucrânia, Israel e Taiwan, apesar das amargas objeções dos radicais republicanos.

A legislação segue agora para o Senado de maioria democrata, que aprovou uma medida semelhante há cerca de dois meses. Os líderes dos EUA, desde o presidente democrata Joe Biden até o principal republicano do Senado, Mitch McConnell, têm pressionado o presidente republicano da Câmara, Mike Johnson, a levar o assunto à votação.

Espera-se que o Senado aprove a medida na próxima semana, enviando-a a Biden para sancioná-la.

Nesta semana, Johnson resolveu ignorar ameaças de ser derrubado do cargo por membros linha-dura da sua dividida maioria de 218 a 213 votos, e avançou com o projeto que inclui cerca de 60,84 bilhões de dólares para a Ucrânia, em um momento no qual o país passa por dificuldades para responder à invasão russa, que já ultrapassa os dois anos de duração.

O pacote de quatro projetos — o que é incomum — também inclui recursos para Israel, assistência em segurança para Taiwan e aliados na região do Indo-Pacífico. Há ainda uma medida que inclui sanções, uma ameaça de proibir o aplicativo de redes sociais chinês TikTok e a potencial transferência de ativos russos retidos para a Ucrânia.

Uma maioria bipartidária de 316 a 94 aprovou  pautar o projeto para votação, e o líder da maioria do Senado, Chuck Schumer, afirmou aos senadores que está pronto para trabalhar durante todo o fim de semana se a Câmara aprová-lo, como é esperado.

“Não é a lei perfeita, não é a lei que escreveríamos se os republicanos estivessem comandando a Câmara, o Senado e a Casa Branca”, afirmou Johnson na sexta-feira. “Este é o melhor produto possível que podemos obter nas atuais circunstâncias, para atender a essas obrigações muito importantes.”

Alguns republicanos da ala linha-dura fizeram forte oposição a um novo pacote para ajudar a Ucrânia. Eles argumentam que os EUA não podem arcar com esse valor quando já têm uma dívida interna de 34 trilhões de dólares e crescente.

Imagem: Agências internacionais

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo