quarta-feira, abril 17, 2024
Desde 1876

Entenda os pontos dos depoimentos que tentam apontar Bolsonaro em tentativa de suposto golpe

Após a deflagração da Operação “Tempus Veritatis” em 8 de fevereiro, depoimentos tornados públicos na sexta-feira, 15, pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), indicam a suposta participação do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em um plano de tentativa de um suposto golpe de Estado.

De acordo com os depoimentos, os ex-comandantes do Exército, general Marco Antônio Freire Gomes, e da Aeronáutica, Carlos de Almeida Baptista Junior, afirmaram ter participado de reuniões para discutir a chamada “minuta do golpe”. Essas reuniões teriam sido convocadas pelo então ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, com o objetivo de pressionar os comandantes das Forças a interferir na posse do então presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Segundo os relatos, a minuta apresentada pelo ministro da Defesa buscava formalizar uma suposta intervenção, mas foi rejeitada pelos comandantes, que se recusaram a receber qualquer documento. Os depoimentos também apontam o ex-ministro da Justiça Anderson Torres como responsável por dar apoio jurídico às supostas minutas golpistas, arquitetadas com aval de Bolsonaro em 2022.

Em vídeo, Bolsonaro fala que prefere estar no Brasil mesmo com os riscos que ainda corre e que não tem medo de julgamento, “desde que juízes sejam isentos”; VEJA VÍDEO

No entanto, Torres negou qualquer envolvimento com a elaboração das minutas ou com planos do suposto golpe, afirmando que os depoimentos prestados foram imprecisos e que vai requerer nova oitiva para esclarecimentos.

Além disso, o presidente do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, afirmou em seu depoimento que o relatório questionando o resultado do segundo turno das eleições de 2022 foi uma iniciativa de Bolsonaro e de deputados do partido.

As investigações seguem em andamento, com a expectativa de conclusão até a metade do ano, e levantam questionamentos sobre a conduta do ex-presidente e seus aliados diante das instituições do país.

Imagem: Reprodução

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo