sábado, abril 13, 2024
Desde 1876

Detran intensifica fiscalização em Marabá e flagra irregularidades na BR-222

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Pará reforçou a fiscalização nas estradas de Marabá, no sudeste do Estado. Ações de orientação e blitz em pontos estratégicos estão ocorrendo, desde sexta-feira (1º), e seguem até este domingo (3), em locais de grande movimentação e com índices de acidentes e imprudências. Em apenas uma hora de ação, foram flagrados carros com excesso de passageiros, de carga, motoristas sem habilitação, IPVA atrasado e pneus carecas. 

“Esse trabalho é muito importante pra nós porque ele diminui as possibilidades de acidentes. Só de nós estamos aqui, a gente já consegue inibir muita coisa ao orientar a troca de um pneu, excesso de peso ou de passageiros, alertar vencimento de CNHs, etc. Isso facilita até o nosso trabalho mais na frente. A nossa finalidade aqui é fazer a fiscalização veicular, que é a questão de verificação de documento do veículo e do condutor, e em caso de suspeita de ingestão de bebida alcoólica, a gente utiliza o etilômetro”, destaca o agente Lusinaldo França.

“Eu considero essa abordagem importante para a minha segurança. Isso que o Detran está fazendo é um bem para a sociedade, porque você consegue tirar da rua condutores imprudentes, que fazem o uso indevido de álcool, que furtam veículos, usam documentação falsa. Fiquei um pouco nervoso porque não estou acostumado com esse tipo de abordagem, mas é isso mesmo, tem que parar, tem que fazer cumprir a lei.”, desabafou.

Antônia Maranhão não teve uma boa notícia ao ser parada na Blitz. Ela pegou emprestado uma motocicleta para fazer uma entrega de perfumes e descobriu que o licenciamento do veículo estava vencido. 

“A moto é de uma amiga e eu não sabia que estava com o IPVA atrasado, porque se eu soubesse não tinha feito isso. Apoio esse tipo de trabalho e queria que mais pessoas também fizessem o mesmo para evitar muitos acidentes, mortes e pessoas acamadas. Essa fiscalização ajuda a reduzir tragédias e sofrimentos para muitas famílias.”

O aposentado, de 70 anos, José Veloso dos Santos foi abordado durante a ação e fez questão de contribuir com todo o protocolo da fiscalização. Apresentou a carteira, mostrou documento do veículo e ainda pediu para fazer o teste do bafômetro. 

“Quanto mais segurança, melhor. Eu penso que o motorista deve fazer tudo certinho, ser legalizado. Isso evita que tudo de ruim fique bem longe da gente. Muitas vezes a gente vacila. Eu por exemplo já peguei uma moto para chegar mais rápido num local, e eu não tenho habilitação pra moto. Um trabalho como esse me fez parar de querer ser apressado. Agora só pego o meu velho carro. 

Caso Inusitado
Numar Albeiro Mendes Medina, de 22 anos, é Colombiano e está no Brasil há cerca de um ano. Descobriu na Blitz que aqui no país a carteira de habilitação dele não é reconhecida e que precisa procurar um posto do Detran com urgência para regularizar a situação.

“Eu não tinha essa informação não. Foi um susto pra mim, porque eu sou habilitado lá na Colômbia, mas o agente está dizendo que aqui não vale. Valeu a lição e orientação. Parabéns para o Detran do Pará, que está sempre atento”, finalizou o jovem, que trabalha como entregador autônomo.

“Ele tinha um prazo para dirigir aqui com esse documento da Colômbia, mas o tempo já venceu. Agora ele tem que procurar o Detran e tentar pegar uma PID que vai autorizar ele a poder dirigir aqui no Brasil. Enquanto isso, nós emitimos uma infração pra ele por conduzir veículo sem possuir CNH, tendo em vista que ele não é habilitado a conduzir veículos aqui no Brasil.”, informou o agente de fiscalização de trânsito, Gilberto Costa.

Numar agradeceu a orientação e disse que segunda-feira, o primeiro compromisso dele será ir no Detran para pegar o documento que o autoriza a dirigir no Brasil.

Fonte: Agência Pará/Foto: Rosivaldo Almeida/Ag Pará

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo