domingo, julho 14, 2024
Desde 1876

Polícia Civil resgata médica vítima de sequestro e prende quadrilha

A Polícia Civil do Pará deflagrou uma operação, no domingo (23), e resgatou uma médica, vítima de sequestro, e prendeu os envolvidos no crime. A ação foi executada pelas equipes da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em conjunto com a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ). A vítima foi resgatada e seus pertences também foram recuperados e devolvidos para ela. 

De acordo com a PC, um homem compareceu na delegacia informando que sua namorada havia sido sequestrada na saída de um evento, no bairro da Cidade Velha, em Belém. Segundo ele, os sequestradores estavam exigindo a quantia de R$ 200 mil, em troca da liberdade da vítima. 

Após a denúncia, as equipes da divisão especializada passaram a investigar o fato e conseguiram localizar o cativeiro onde a médica estava sendo mantida. Ele ficava no bairro do Paar, em Ananindeua, e no local, quatro sequestradores foram presos, sendo eles duas mulheres e dois homens. Um quinto envolvido evoluiu a óbito durante a operação.

“Dando seguimento a ação, os nossos agentes, com o apoio da Delegacia de Antissequestro da PCRJ, constataram que o mandante do crime era um homem que já estava detido em uma casa penal do Estado do Rio de Janeiro, o qual também foi autuado em flagrante pelo delito”, informou Walter Resende, delegado-geral da Polícia Civil do Pará. 

Participaram das ações, agentes da Delegacia de Repressão a Facções Criminosas (DRFC/DRCO), Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automores (DRFRVA/DRCO), Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Cargas (DRFRC/DRCO), Divisão de Investigações e Operacões Especiais (DIOE) e  Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE). 

Além disso, Fausto Bulcão, titular da DRCO, elucidou os principais pontos da ação policial. “Quando fomos informados da ocorrência do crime, as nossas equipes iniciaram as investigações. Após diligências no local, conseguimos identificar e localizar o primeiro envolvido, que estava em posse do aparelho celular da vítima e nos repassou detalhes da empreitada criminosa. Logo após isso, nos deslocamos para a área do Paar, onde localizamos o veículo e prendemos um dos olheiros do cativeiro. Após a libertação da vítima, restou claro a quantidade de pessoas envolvidas e que o crime estava sendo comandado a partir do Rio de Janeiro. Todas as diligências conduziram ao desfecho exitoso da operação e conseguimos resgatar a vítima e seus bens”, detalhou o delegado.

Texto de Paula Almeida, sob supervisão de Lilian Guedes

Fonte: Agência Pará/Foto: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo