quarta-feira, abril 24, 2024
Desde 1876

Beneficiários do “Pé-de-Meia” participam de plenária para acessar os benefícios financeiros do programa

“É um dinheiro que vai me  ajudar no meu futuro”, festeja a estudante do 1° ano do ensino médio Ana Clara Gonçalves, 15 anos, que participou da Plenária dos Beneficiários do Programa Federal “Pé-de-Meia”. O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, e a ouvidora do Ministério do Desenvolvimento Social, Eliana Pinto, detalharam na plenária o funcionamento do programa na capital paraense, nesta quarta-feira, 3, no auditório do Centur.

O programa “Pé-de-Meia”, do governo federal executado pela Prefeitura de Belém, beneficiará jovens de 14 a 24 anos com pagamento mensal de R$ 200 e tem como objetivo fomentar a permanência na escola e a conclusão do ensino médio. Para receber a poupança, o aluno precisa ter CPF e estar matriculado em série do ensino médio público e frequentando as aulas. O estudante deve ser integrante de família beneficiária do programa Bolsa Família. O “Pé-de-Meia” deve beneficiar, neste ano, em todo o Brasil, cerca de 2,5 milhões de estudantes. O investimento do MEC, previsto para 2024 ao programa, é de R$ 7,1 bilhões.     

O prefeito Edmilson Rodrigues ressalta que a Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Papa João XXIII, se compromete em garantir que jovens estudantes belenenses tenham acesso ao auxílio estudantil. “Esse grande encontro foi proporcionando pela Funpapa, que tem uma equipe poderosa comprometida com o combate à fome, educação e direitos do nosso povo”, enfatizou o prefeito. “Aqui foram dados esclarecimentos com a presença da Eliana Pinto, que é do Ministério do Desenvolvimento Social, de modo que foi muito rico o conjunto de informações, as famílias saem daqui informadas. Que o máximo de jovens possam ter recursos para realizar o sonho de cursar o nível médio, entrar na Universidade e ajudar na mudança de vida de toda a sua família”.

Auxílio para o futuro

A estudante do 1° ano do ensino médio Ana Clara Gonçalves afirma que o incentivo financeiro-educacional vai auxiliá-la no futuro profissional. “O Programa ‘Pé-de-Meia’ é uma ajuda para os alunos do Ensino Médio: mesmo já com a renda do Bolsa Família, será uma ajuda a mais para o próprio aluno e pra família também. Esse programa vai ajudar em muita coisa. E eu quero cursar biomedicina ou química para ser perita criminal”, contou Ana.

De acordo com o governo federal, o “Pé-de-Meia” prevê o pagamento de incentivo mensal de R$ 200, que pode ser sacado em qualquer momento, além dos depósitos de mil reais ao final de cada ano concluído, que só poderão ser retirados da poupança após a conclusão do ano letivo. Considerando as dez parcelas de incentivo, os depósitos anuais e, ainda, o adicional de R$ 200 pela participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os valores podem chegar a R$ 9.200 por aluno.

“Nós viemos aqui nessa plenária divulgar o programa ‘Pé-de-Meia’ e você, mãe de família, seu filho que está na escola pública tem direito a receber 2 mil reais por ano”, reforçou a ouvidora do Ministério do Desenvolvimento Social, Eliana Pinto. “Porque são dez prestações de R$ 200, se ele for bem na escola e se não sair da escola, ele tem o direito de receber R$ 2 mil reais por ano e no fim do ano ele recebe mais R$ 1 mil. Essa oportunidade maravilhosa traz pra você, cidadã e cidadão do Pará, e os beneficiados pela Prefeitura de Belém, essa oportunidade de que seu filho seja um doutor, advogado e o que ele quiser. Essa é uma oportunidade de vida para todos nós”.

Texto: Joyce Assunção

Fonte: Agência Belém/Foto: Beto Souza/COMUS

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo