quarta-feira, julho 17, 2024
Desde 1876

Estado lança aplicativo para prevenir prática de furtos e roubos de celulares

Estreando na primeira noite do maior São João da Amazônia – Parárraiá, nesta quinta-feira, 13, a nova ferramenta de segurança pública, o IMEIGuard, já  em funcionamento e vai agilizar a consulta sobre o status de um aparelho celular durante as ações policiais e rondas, potencializando as ações preventivas e coibindo a prática de roubos e furtos de aparelhos celulares no Pará.

O lançamento oficial foi realizado pelo Governador do Pará, Helder Barbalho, no Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, instalado no Estacionamento do Mangueirão.

“Estamos aqui no Parárraiá lançando mais uma ferramenta de tecnologia em favor da segurança pública. É o IMEIGuard, onde nós estamos com um aplicativo para a leitura dos IMEIS de todos os aparelhos de celular para verificar a origem e a atual situação. Em caso do aparelho ter sido furtado, imediatamente já leva para o sistema da Polícia Militar e Civil para que nós possamos fazer a identificação do real dono e fazer a devolução do equipamento para proprietário. Isso é mais uma iniciativa para combater a criminalidade e a violência no Estado”, explicou o Governador Helder Barbalho, ao lançar o aplicativo.

A nova ferramenta tecnológica, desenvolvida pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), vinculada a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), tem o principal objetivo de auxiliar as forças de segurança pública, potencializando as ações preventivas com o uso da tecnologia, a fim de, agilizar o processo de identificação, busca, localização, recuperação e devolução de celulares furtados ou roubados no Pará, coibindo assim a prática dos crimes.

O IMEIGuard tem como principal fonte de informação o banco de dados do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), onde são realizados os registros de ocorrência policial, e ainda conta com o auxílio dos dados de aparelhos celulares cadastrados no Sistema Alerta Celular Pará, sendo possível identificar o atual status do aparelho e seu referido proprietário. Por meio do aplicativo, será possível identificar se o aparelho celular está com ou sem restrição de furto ou roubo, se está em processo de recuperação, se foi extraviado e outras informações que são atualizadas assim que há um novo evento no caso.

“Nós trabalhamos com o que há de mais tecnológico para dar sempre melhores ferramentas aos nossos agentes de segurança e assim garantir, cada vez mais, a paz social da população paraense. Dessa vez, estamos lançando um novo aplicativo que vai agilizar o trabalho realizado pelos agentes nas ruas e prevenir a prática de furtos e roubos de aparelhos celulares. Com essa tecnologia os agentes vão ter acesso ágil ao banco de dados para verificação das informações do aparelho celular e coibir as práticas criminosas”, afirmou o titular da Segup, Ualame Machado.

Consulta no aplicativo 

No momento em que o agente de segurança faz a abordagem e realiza a consulta dos dados a partir do número do IMEI do aparelho, em caso da constatação de que o celular está com restrições de furto ou roubo, o portador do aparelho será encaminhado para esclarecimentos na Delegacia de Polícia Civil, e posteriormente o proprietário  do aparelho que tiver os dados cadastrados no sistema no respectivo aparelho apreendido será notificado para ter a devolução do seu celular.

O Secretário Adjunto de Inteligência e Análise Criminal, André Costa, explica que o IMEIGuard é mais uma ferramenta importante para uso do agente de segurança que contribuirá para reduções da criminalidade no estado. “O aplicativo vai permitir ao agente fazer a verificação sobre objetos de crime, nesse caso seriam celulares. Então, essa é uma uma ferramenta de iniciativa nacional que é única e nós conseguimos desenvolver a partir de agentes próprios da Segup, ou seja, sem custo nenhum, sem nenhum tipo de despesa adicional. A gente faz uma busca no sistema da Polícia Civil onde os registros dos Boletins são realizados como crimes de roubo e furto, e a partir desse momento o policial de rua consegue fazer a consulta por meio de um QRcode, agilizando as ações de segurança” explicou. 

Registro do Boletim de Ocorrência

A Segup reforça a importância do registro do Boletim de ocorrência em casos de  furto ou roubo do aparelho celular, para que os dados estejam atualizados no SISP, facilitando assim a recuperação e devolução para o proprietário, pois o SISP é o principal banco de dados utilizado pelo IMEIGuard. 

O Boletim de Ocorrência pode ser registrado na delegacia mais próxima ou por meio da Delegacia Virtual (https://www.delegaciavirtual.pa.gov.br/#/), sendo essencial informar o número de IMEI. Ao serem cruzadas as informações do Boletim de Ocorrência e do Alerta Celular, a localização do telefone, caso  ele esteja com algum suspeito de roubo, furto ou receptação, será facilitada.

Identifique o IMEI – É só digitar *#06# no seu telefone e anotar o número que aparece na tela. Essa sequência numérica também está impressa na caixa do celular ou nas configurações.

Campanha Alerta Celular Pará no Parárraiá

O Governo do Pará por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) iniciou também a campanha ‘Alerta Celular Pará’ durante o Parárraiá. A iniciativa que integra as ações de segurança pública no evento, tem o objetivo de incentivar o cadastro no sistema por meio do site para facilitar a identificação dos dados durante as ações policiais, assim como, a devolução ao seu legítimo proprietário quando recuperado seu aparelho, em caso de furto ou roubo.

O Alerta Celular permite que o usuário cadastre os códigos identificadores de cada aparelho (IMEI), números de contato, vinculando o IMEI do aparelho ao CPF do proprietário. Após o cadastro, os dados do seu celular ficam registrados no sistema, que poderão ser cruzados com os dados do SISP. No momento em que um agente de segurança aborda uma pessoa, poderá verificar pelo ImeiGuard, na hora, se o celular foi roubado e quem é o seu  dono.

Serviço: Nos dias 13 a 16 de junho, equipes da Segup estarão orientando o cadastro no sistema nos acessos ao Mangueirão, e ainda, no Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM) instalado no estacionamento do estádio, para auxiliar a população no cadastro das informações.

Fonte: Agência Pará/Foto: Marcelo Lelis/Ag Pará

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,900SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo