segunda-feira, abril 22, 2024
Desde 1876

Especialistas explicam fato inusitado e revelam por que os brasileiros estão piscando menos; condição pode gerar síndrome

Profissionais da área oftalmológica observaram uma redução na frequência de piscadas entre os brasileiros. Com a abundância de distrações que competem por nossa atenção na atualidade, por vezes negligenciamos atividades básicas.

“Eu fico tão concentrada nas telas que eu acabo não piscando”, conta a advogada Maria Eduarda.

Maria Eduarda passa a maior parte do dia com os olhos grudados nas telas. De uns tempos para cá, ela começou a sentir um desconforto na visão.

O atendimento a pacientes com sintomas assim disparou no maior centro de oftalmologia da América Latina, em Sorocaba, no interior de São Paulo. Tanto que o lugar ganhou um espaço exclusivo: o Ambulatório do Olho Seco. Em 2023, mais de 1 mil pessoas passaram por lá com secura nos olhos. Um recorde na história do hospital criado há 20 anos.

“Cada vez mais frequente essa queixa dos pacientes que chegam com algum tipo de desconforto ocular, irritação, dor, olho vermelho, sensação de corpo estranho, menor produtividade. Hoje, através desse estudo cada vez maior sobre a superfície ocular, sobre os sintomas de olho seco na população e sobre a mudança nos hábitos de vida do homem moderno, nós observamos que as pessoas piscam menos”, afirma André Jerez Rezala, oftalmologista chefe do setor Olho Seco.

O ato de fechar e abrir rapidamente os olhos é muito importante para a saúde da nossa visão. Quando a gente pisca, a lágrima cria uma película que protege a superfície ocular.

Piscar é involuntário. Um movimento que, na maioria das vezes, a gente faz sem perceber. Mas, no hospital, os pacientes são orientados a prestar atenção. De acordo com os oftalmologistas, o normal é piscar de 15 a 20 vezes por minuto.

“Com sinceridade, eu nem me lembro de piscar. Eu sinto que meu olho fica bem seco durante o dia”, conta um paciente.

Sociedade Brasileira de Oftalmologia estima que ao menos 26 milhões de pessoas têm a síndrome do olho seco. Outros fatores contribuem para esta condição. O clima, o ar-condicionado, o estilo de vida com muitas horas de tela também podem prejudicar a visão ao longo dos anos. “A cada uma hora no computador, tira o olho da tela, olha para o infinito, deixa o seu músculo ciliar descansar um pouco. Hidrate o seu olho, pingue um colírio. A falta de piscar causa muitos riscos a nossa visão”, afirma Edna Almodin, diretora da Sociedade Brasileira de Oftalmologia.

Imagem: Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,600SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Governo do Estado
banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo