quinta-feira, junho 20, 2024
Desde 1876

Hangar Centro de Convenções recebe a 16ª Feira da Indústria do Pará

Com o tema “Negócios e Sustentabilidade na Amazônia”, a XVI Feira da Indústria do Pará (FIPA) oferecerá uma programação diversa com ações de sustentabilidade social e ambiental do setor, além de iniciativas de inovação e tecnologia. A FIPA é composta por uma feira com 70 estandes e 90 expositores de pequenas, médias e grandes indústrias, e um Congresso Técnico que reunirá grandes especialistas locais e nacionais para discutir importantes questões alinhadas ao cenário econômico global. O evento ocorrerá de 22 a 25 de maio, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia, em Belém.

A abertura será nesta quarta-feira, 22, às 17 horas, e contará com a presença do vice-presidente da república e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin; da vice-governadora do Estado, Hana Ghassan; e demais autoridades e entidades ligadas ao setor produtivo do Estado. Realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA) há 30 anos, com edições a cada dois anos, a FIPA tem a expectativa de receber pelo menos 20 mil visitantes.

CONGRESSO TÉCNICO

Em paralelo à Exposição, nos dias 23 e 24/05, a partir das 14 horas, a XVI FIPA contará com um Congresso Técnico com mais de 20 painéis temáticos de interesse da indústria e cerca de 10 horas de conteúdo sobre questões como: descarbonização da indústria, “green skills” (habilidades verdes), transição energética, ESG (sigla para Ambiental, Social e Governança), rastreabilidade da cadeia produtiva, acesso ao crédito, entre outros. O Congresso reunirá cerca de 50 palestrantes e a expectativa é reunir mil participantes.

“Nestes 30 anos, a FIPA vem desempenhando um papel importante como incentivadora da indústria regional, divulgando a produção local e proporcionando um ambiente dinâmico e repleto de oportunidades para novos negócios. Com certeza, este é o maior evento da indústria da Amazônia e estamos com grande expectativa para mostrar as soluções inovadoras que serão compartilhadas tanto nos estandes quando no Congresso Técnico, e que nos trarão importantes aprendizados para a nossa jornada por uma indústria mais moderna e sustentável aqui na nossa região”, afirma Alex Carvalho, presidente da FIEPA.

DESTAQUES DESTE ANO

Bioeconomia – Uma das novidades desta edição será o Espaço “Made In Pará”, onde pequenas e médias indústrias locais apresentarão produtos feitos a partir de matérias-primas da Amazônia, oportunidade para destacar a bioeconomia e promover produtos regionais. O espaço reúne indústrias em diferentes fases do processo de envio dos produtos para o exterior.

SESI Lab – Outro destaque será o Espaço SESI LAB. Pela primeira vez, o Pará receberá a versão itinerante do museu 100% interativo, sediado em Brasília, que conecta de forma lúdica, arte ciência e tecnologia. Com o tema bioeconomia e biodiversidade, os visitantes poderão visitar gratuitamente o Espaço e lidar com equipamentos que explicam, na prática, diferentes conceitos científicos, fenômenos naturais e sociais.

Rodada de Crédito – Ao entender que o acesso a crédito é um dos maiores desafios enfrentados pelas indústrias, principalmente, as de pequeno e médio portes, o Núcleo de Acesso ao Crédito da Federação das Indústrias do Estado do Pará (NAC/FIEPA) levará para a XVI FIPA uma Rodada e Crédito, com o objetivo de aproximar os empresários paraenses das linhas de crédito disponíveis no mercado.

Confirmaram presença na Rodada de Crédito dez instituições bancárias, que irão esclarecer dúvidas, orientar e dar acesso ao empréstimo ou financiamento para a classe empresarial paraense. São elas: Bradesco, Cressol, Eburry Bank, Banpará, Banco do Brasil, Banco da Amazônia, Travelex Bank, Siccob, Sicred e Banco Itaú.

Também confirmaram presença dois escritórios de elaboração de projetos (ADG Consultoria Empresarial e projetos Econômicos e PROCONSEL – Consultoria Gestão de Projetos), que vão auxiliar os empresários a elaborarem os projetos para submeter à análise das instituições financeiras.

REDES

Durante a “Rodada de Negócios One a one – De frente para o fornecedor!” grandes indústrias Mantenedoras e parceiras REDES/FIEPA vão conhecer as soluções de fornecedores locais das áreas de Construção Civil, Meio Ambiente, ⁠Automotivo e Peças, ⁠Máquinas e Equipamentos, ⁠Saúde e Segurança, ⁠Transporte e Logística, e ⁠Manutenção Industrial.  O atendimento será individualizado. Juntos, estes setores somaram 51% das compras locais realizados em 2023 nos municípios de atuação da Iniciativa do Sistema FIEPA.

PRÊMIO REDES

A REDES/FIEPA também realizará, no dia 23 de maio, no Hangar, a 11ª edição do Prêmio REDES de Desenvolvimento, que reconhece as indústrias que mais compram de fornecedores paraenses, os profissionais de compras que se destacaram e os melhores cases de desenvolvimento de fornecedores de 2022 e 2023. Nos mais de 20 anos de existência, a REDES/FIEPA já contabiliza mais de R$ 100 bilhões de compras locais feitas pelas indústrias mantenedoras da iniciativa.

SUSTENTABILIDADE

A FIPA receberá o Selo Evento Neutro pela quantificação e neutralização das emissões de carbono geradas durante o evento, onde serão compensadas 49 toneladas CO2 equivalente (CO2e), que é a medida utilizada para comparar as emissões de vários gases de efeito estufa, baseada no potencial de aquecimento global de cada um. A iniciativa beneficiará, por meio de incentivo financeiro, o projeto REDD+ Vale do Jari, que está localizado no município de Almeirim, no Pará, na fronteira com o estado do Amapá, e atua para evitar o desmatamento e minimizar seus impactos socioambientais.

As emissões geradas pelo consumo de energia elétrica da XVI FIPA serão neutralizadas pela Norte Energia, concessionária da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A companhia vai doar à feira certificados de energia renovável I-REC (International Renewable Energy Certificate) em quantidade equivalente a toda energia elétrica consumida durante a montagem e desmontagem do evento e os quatro dias da FIPA, de 22 a 25 de maio. 

Cada I-REC equivale a 1 MWh de energia gerada e ao adquiri-los, as empresas conseguem neutralizar as emissões de gases de efeito estufa (GEE) de Escopo 2, pelo consumo de energia elétrica. Para a FIPA serão utilizados 20 títulos com o objetivo de compensar toda a energia gasta no local do evento, no Hangar do Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém. Os certificados I-REC, emitidos pelo Instituto Totum, são reconhecidos internacionalmente e comprovam que a energia utilizada pela empresa é de origem limpa e renovável, como a hídrica.

Desde 2022, a Norte Energia comercializa os certificados de energia renovável para organizações que buscam a redução das suas emissões e, além do Brasil, vem se destacando no mercado internacional, negociando com unidades consumidoras na Argentina, Colômbia, Uruguai e Austrália.

Espaço E+ Reciclagem – A Equatorial Energia montará o Espaço E+Reciclagem, um projeto do Programa de Eficiência Energética da empresa. Lá, durante todos os dias da FIPA, os visitantes poderão depositar, de forma voluntária, materiais como papel, plástico e metais que terão destinação correta, evitando que sejam descartados no meio ambiente.

A XVI Feira da Indústria do Pará tem a realização da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA); apoio do Governo do Estado, Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e Confederação Nacional das Indústrias (CNI); patrocínio Diamante da Albras, Hydro, Vale e SEBRAE; patrocínio Ouro da Norte Energia, ApexBrasil, Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Huawei e Banpará; patrocínio Bronze da Agropalma, Alcoa, Banco da Amazônia, Cargill, Solar Coca-Cola; apoio cultural da Equatorial Energia; e apoio institucional do Fórum das Entidades Empresariais do Estado do Pará e Natura.

A programação completa da XVI Feira da Indústria do Pará (FIPA) está disponível no site https://www.fiepa.org.br/fipa/.

Imagem: Fiepa/Divulgação

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo