quinta-feira, junho 20, 2024
Desde 1876

Mulher morre após ter sido submetida a intervenção cirúrgica em hospital de São Miguel do Guamá

Maria Berenice da Silva, 34 anos residente da comunidade Santa Helena do Uruçu (Vasquinho) Zona Rural de Irituia morreu em São Miguel do Guamá, após ter sido submetida a uma intervenção cirúrgica. Segundo as informações apuradas pelas autoridades até então, Berenice realizou uma cirurgia de retirada de útero no hospital Municipal de São Miguel do Guamá no dia 17 de abril. Dias depois da cirurgia, a paciente começou a sentir fortes dores na região do abdômen.

No dia 28 de abril, ao perceber a gravidade de saúde da jovem, familiares a levaram ao Hospital Municipal de Irituia. Em lá chegando, ela foi atendida pelo médico plantonista Dr Klever Santiago. Na triagem, a paciente apresentava fortes dores abdominais difusas e intensas, vômito, hipotensão e palidez cutânea. Informado que Berenice teria passado por uma cirurgia de Histerectomia (retirada de útero) no Hospital Municipal de São Miguel do Guamá, o médico realizou todos os procedimentos necessários e orientou a paciente a retornar ao hospital onde realizou a cirurgia, nesse caso, o Hospital Municipal de São Miguel do Guamá.

RETORNO

A paciente deu entrada no Hospital Municipal de São Miguel do Guamá ainda na noite do dia 28. Ali, foram realizados alguns procedimentos, inclusive exames de imagem. Em seguida, Berenice foi colocada na sala vermelha com quadro gravíssimo. Dias depois, o hospital conseguiu transferir a paciente para o Hospital Regional de Capanema onde ela foi direto para UTI. Apresentando um quadro de melhora, a paciente foi submetida a uma cirurgia onde teria sido constatado que seu intestino fora perfurado, e com infecção generalizada, consequência da cirurgia anteriormente realizada.

MORTE

Mesmo com todo o esforço médico para limpeza e tentativa de conter a infecção, Maria Berenice não resistiu e veio a óbito na última terça-feira dia 21 de maio. A mulher de apenas 34 anos de idade teve a sua vida interrompida deixando dois filhos. Ela foi sepultada nesta quarta-feira, 22, em meio a grande comoção pública em frente ao cemitério de Irituia, no nordeste paraense.

O MÉDICO E AS CIRURGIAS

De acordo com as apurações do suposto erro médico que levou a morte de Berenice, as cirurgias são realizadas por um médico idoso que vai a São Miguel do Guamá uma ou duas vezes ao mês para realizar uma espécie de mutirão de cirurgias. Nos dias dos procedimentos cirúrgicos, esse profissional tem uma carga de trabalho que chega a quase 12h, com início as 7h da manhã e vai até por volta das 19h.

No mês de maio, a cota de cirurgia já foi encerrada, e a previsão da próxima será no dia 16 de junho de 2024.

A reportagem tenta contato com o Hospital de São Miguel do Guamá para saber mais sobre a situação e as providências envidadas até o momento. O caso está registrado na Delegacia de Polícia daquela cidade localizada às margens da Rodovia Belém-Brasília (BR-010).

Imagens: Reprodução

artigos relacionados

PERMANEÇA CONECTADO

0FansLike
0FollowersFollow
21,800SubscribersSubscribe
- PUBLICIDADE-
Prefeitura
Banpara

Mais recentes

×
Pular para o conteúdo